O Real Madrid sofre um golo e Bale ri-se. O Real Madrid marca, todos festejam, Bale está com cara de caso. Dali sabe que não vai sair, pelo que tem de arranjar algo para se entreter durante 90 minutos. Gareth Bale virou um caso bicudo no Real Madrid e a sua saída é inevitável. Pela questão financeira (ganha quase 15 milhões de euros por época) mas também pela imagem do clube.

Há cinco jogos consecutivos que o galês sabe do seu destino: é convocado, mas do banco não sairá. Não sabemos se por castigo, se pela sua forma de estar, ninguém sabe. O Real Madrid não comenta, Zidane não explica.

A verdade é que o extremo virou o cento das atenções nos jogos do Real Madrid disputados desde a retoma. A equipa merengue segue 100 por cento vitoriosa desde o regresso de La Liga (nove vitórias seguidas) e está a uma vitória de se sagrar campeã espanhola. Mas Bale nem está para aí virado. Não quer saber.

Gareth Bale no banco do Real Madrid
Gareth Bale no banco do Real Madrid

No jogo com o Alavès (10 de julho), simulou estar a tirar uma sexta, ao tapar os olhos com a máscara e encostar-se nos bancos, como se estivesse a dormir. Assim ficou uns minutos, antes de voltar a mexer na máscara.

No derradeiro encontro, frente o Granada, esta segunda-feira, simulou estar a usar uns binóculos para ver melhor o que se passava em campo.

Além disso, vai desrespeitando o protocolo anti-COVID, tirando a máscara, falando com os colegas com a máscara fora do sítio.

Em junho, o programa 'El Día Después en Movistar+', que dá sempre um olhar diferente sobre os jogos, mostrou como o galês se comporta no banco de suplentes.

O extremo não joga desde 25 junho, quando somou 71 minutos frente ao Maiorca.

Gareth Bale, de 30 anos, tem mais dois anos de contrato com o Real Madrid. Recebe perto de 15 milhões de euros por época.

Esta temporada participou em 20 jogos dos merengues, num total de 1261 minutos. Tem três golos marcados, dois na Liga e um na Taça do Rei.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.