A família do ex-presidente do FC Barcelona Sandro Rosell apresentou à polícia catalã nove denúncias por ameaças e agressões, confirmaram hoje fontes dos Mossos d'Esquadra à agência Efe.
Na quinta-feira, Rossel demitiu-se, admitindo em conferência de imprensa que “desde há algum tempo”, tanto ele como a sua família sofreram “ameaças e ataques, em silêncio”.
De acordo com diversos meios de comunicação catalães, a casa de Rosell foi alvo de disparos no Natal passado.
O canal TV3, que mostrou uma das denúncias interpostas diante da polícia catalã pela família Rosell, desvendou que foram apresentadas um total de nove queixas, algo confirmado pelos Mossos d’Esquadra à agência espanhola.
Rosell demitiu-se um dia depois de um juiz da Audiência Nacional Pablo Ruz admitir uma denúncia feita por apropriação indevida pela contratação de Neymar, que poderia ter correspondido a “uma simulação contratual”.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.