Um golo do suplente croata Ivan Rakitic, aos 71 minutos, valeu hoje ao FC Barcelona uma sofrida vitória por 1-0 na receção ao Athetic, em encontro da 31.ª jornada da Liga espanhola de futebol.

O médio dos catalães, que ainda não tinha faturado na Liga 2019/20, selou o triunfo sete minutos depois de entrar em campo, em substituição de Sergio Busquets, e na sequência de uma assistência do argentino Lionel Messi, a sua 15.ª na prova.

Com este triunfo, o terceiro em quatro jogos após a paragem devido à pandemia de covid-19, o ‘Barça’ passou a contar, provisoriamente, mais três pontos do que o Real Madrid, anfitrião do Maiorca na quarta-feira.

Num Nou Camp vazio, os catalães poderiam ter marcado mais golos, em várias tentativas de Messi que erraram por pouco o alvo e num remate do ‘miúdo’ Ansu Fati ao poste esquerdo, mas o Athletic também assustou, sobretudo na primeira parte.

Nos outros jogos do dia, destaque para o Atlético de Madrid, que se isolou no último lugar do pódio, ao superar fora o Levante por 1-0, graças a um golo na própria baliza de Bruno González, logo aos 15 minutos.

O central Ruben Vezo foi titular nos anfitriões, enquanto João Félix começou o encontro no banco dos ‘colchoneros’, sendo lançado aos 60 minutos pelo argentino Diego Simeone.

O conjunto madrileno passou a contar mais dois pontos do que o Sevilha (55 contra 53), que na segunda-feira empatou a dois golos no reduto do Villarreal.

Na luta pela ‘Champions’, o Getafe, quinto classificado, com 49 pontos, não aproveitou o deslize dos andaluzes, ao ficar-se por uma igualdade em Valladolid.

Os forasteiros ainda se adiantaram, aos 41 minutos, por intermédio de Jaime Mata, só que, ainda na primeira parte, aos 45+5, o Valladolid, 15.º, com 34 pontos, chegou à igualdade, num penálti convertido pelo turco Enes Unal.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.