O futebolista português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, lembrou, em entrevista à cadeia televisiva ESPN, um final de temporada doloroso, com as eliminações nas meias-finais da Liga dos Campeões e do Euro2012, ambas nas grandes penalidades.
«Foi muito duro o que sofri na última época. Primeiro com o Real Madrid frente ao Bayern de Munique e depois com Portugal no Europeu», referiu o luso.
Sobre o desempate por grandes penalidades, em que falhou o primeiro frente ao Bayern e não marcou por Portugal, por ter ficado para o fim, Ronaldo diz que «é uma questão em que intervém sobretudo a sorte».
«Por isso digo que foi duro tanta má sorte em tão pouco tempo e em momentos tão importantes. Cada um tem a sua opinião sobre se se deve marcar o primeiro, o segundo ou o último. No final, acho que tem muito de lotaria», referiu.
O capitão da seleção lusa voltou a mostrar-se satisfeito por jogar no Real Madrid, por «trabalhar com o melhor treinador, juntamente com os melhores jogadores».
Em relação à Bola de Ouro, Cristiano Ronaldo defendeu que «deve ser um prémio justo, apenas».
«Naturalmente, gostaria de voltar a ganhá-lo. Mentiria se dissesse o contrário. Tenho a minha opinião, mas diga o que disser serei sempre mal-interpretado», admitiu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.