Dois golos felizes, dos ex-benfiquistas Gonçalo Guedes e Rodrigo, valeram hoje ao Valência um triunfo por 2-1 no reduto do Deportivo, em encontro da 19.ª jornada da Liga espanhola de futebol.

O internacional luso inaugurou o marcador aos 37 minutos, num remate fraco de fora da área, ao qual o guarda-redes Rúben respondeu com um grande ‘frango’, e o avançado hispano-brasileiro faturou aos 64, com a ajuda de um desvio em Pedro Mosquera.

A dois minutos do final, o romeno Florin Andone ainda reduziu, a passe do ex-portista Adrian Lopez, que, aos 90+2, falhou de forma incrível a igualdade, ao rematar por cima da barra, isoladíssimo, já na pequena área de Neto.

O Valência suspirou de alívio e somou os três pontos, reforçando o terceiro lugar, a dois pontos do Atlético de Madrid, que venceu por 1-0 no reduto do Eibar, e já com mais oito do que o Real Madrid, batido por 1-0 na receção ao Villarrreal.

Um golo do francês Kevin Gameiro, servido pelo compatriota Antoine Griezmann, aos 27 minutos, foi suficiente para os ‘colchoneros’ vencerem e passarem a somar 42 pontos, colocando-se, provisoriamente, a seis do líder FC Barcelona.

A formação comandada por Diego Simeone poderia ter chegado ao segundo tento aos 74 minutos, por Griezmann, mas sofreu muito no último quarto de hora, com o ex-benfiquista Oblak a segurar o triunfo, nomeadamente dois cabeceamentos de Paulo Oliveira.

Na tabela, o Atlético de Madrid manteve-se dois pontos à frente do Valência e com mais 10 do que o Real Madrid, que somou a quarta derrota na prova, ao perder por 1-0 na receção ao Villarreal, que nunca tinha triunfado no Bernabéu.

Um golo de Pablo Fornals, um ‘chapéu’ ao costa-riquenho Keylor Navas, na sequência de um canto favorável aos ‘merengues’, aos 87 minutos, selou o terceiro desaire caseiro da equipa ‘merengue’, que pode ficar a 19 pontos do líder FC Barcelona.

Os comandados de Zinedine Zidane, que já tinham perdido em casa com o Bétis (0-1) e com os catalães (0-3), colecionaram igualmente o terceiro jogo consecutivo na competição sem vencer, sendo que só somaram uma vitória nas últimas sete jornadas.

Pela quinta vez na competição, o Real Madrid ficou em ‘branco’, com o português Cristiano Ronaldo, que jogou os 90 minutos e voltou a não ser a solução para os problemas ‘merengues’, a concluir a primeira volta com míseros quatro golos, em 14 jogos.

Por seu lado, o Villarreal saltou, provisoriamente, para o quinto lugar, com 31 pontos, a um dos madrilenos e com mais dois do que o Sevilha.

Antes, o Girona goleou em casa o Las Palmas por 6-0, numa goleada iniciada pelo avançado uruguaio Christian Stuani, que marcou de grande penalidade, aos 25 minutos, e acabou substituído ao intervalo, após sofrer um traumatismo cranioencefálico, com perda de memória e conhecimento.

No arranque da segunda parte, o queniano Michael Olunga rendeu Stuani e acabou por ser o homem do jogo, ao assinar um ‘hat-trick’, com golos aos 57, 70 e 79 minutos. Borja Garcia, aos 64, e Portu, aos 74, também contribuíram para a goleada.

Com este resultado, o Girona ascendeu provisoriamente ao nono lugar, com 26 pontos, enquanto o Las Palmas segue no último posto, com 11.

A 19.ª jornada arrancou na sexta-feira, com o Getafe a receber e vencer o Málaga, por 1-0, num jogo que levou ao afastamento de Michel do comando técnico da formação forasteira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.