De acordo com a edição desta sexta-feira do jornal A Bola, Cristiano Ronaldo manifestou a sua vontade de deixar o Real Madrid depois de gozar as curtas férias quando chegar da Taça das Confederações.

O grande causador desta decisão foram as acusações por parte das autoridades tributárias, que o acusam de fuga ao fisco no valor de quase 15 milhões de euros. O capitão da seleção portuguesa diz estar a ser "vítima de perseguição", não querendo ser um "palhaço no circo".

Recorde-se que Cristiano Ronaldo tem um contrato com o Real Madrid até 2021, mas isso não será problemas visto existirem clubes a querem pagar o valor da cláusula de rescisão.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.