Julen Lopetegui concedeu uma entrevista ao programa Universo Valdano, da da Movistar+. A saída da seleção espanhola a dois dias da estreia no Mundial 2018, frente a Portugal, foi um dos temas de conversa.

O ex-treinador do FC Porto foi despedido pela Real Federação Espanhola quando se soube da ida para o Real Madrid.

"Na altura parece que passou a ideia de que eu abandonei. Não abandonei, era incapaz disso. Foi o meu maior sonho, a minha maior responsabilidade, a minha única responsabilidade. Expulsaram-nos", atirou Lopetegui.

A saída do Real Madrid, de onde foi despedido em outubro do ano passado, com o técnico a revelar que já recebeu convites para voltar ao ativo, mas recusou-os.

"Saí em outubro, tive convites de clubes, mas disse-lhes a todos que não, que não estava preparado naquele momento. Faltava-me energia, era preciso recarregar muitas coisas. Os meses passam e começamos a sentir a emoção, inquietação para voltar a treinar. Renovar sonhos", disse o técnico espanhol.

Sobre a saída do Real Madrid, Lopetegui sublinhou: "A equipa tinha de melhorar, tinha uma grande margem de progressão. Era preciso melhorar o coletivo. Era um momento-chave para nós, mas temos o máximo respeito pela decisão".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.