O Manchester United não vê com bons olhos a contratação de Cristiano Ronaldo, isto se se confirmar a saída do internacional português do Real Madrid após a reunião com Florentino Pérez.

O custo da contratação (mais de 200 milhões de euros), a idade do jogador (32 anos) e os custos do salário (o internacional português recebe atualmente 50 milhões de euros por ano no Real Madrid e tem contrato até 2021), fazem com que o Manchester United ‘torça o nariz’ a esta operação megalómana.

Para dificultar, José Mourinho já terá manifestado que não quer ver o conterrâneo no plantel dos Red Devils, isto porque a relação entre os dois portugueses não terminou bem durante o período do técnico português no Bernabéu e acredita que não terá um rendimento que justifique os valores elevados. Além disso, José Mourinho não acredita que Cristiano Ronaldo saia do Real Madrid.

Não vai existir, portanto, nenhuma oferta de 250 milhões de euros, mais De Gea, por Cristiano Ronaldo e Morata, tal como a imprensa britânica especula. O que é certo é que o grande objetivo de Mourinho é contratar apenas Alvaro Morata.

Apesar de Ed Woodward, CEO do Manchester United, estar consciente de que a contratação de Ronaldo ajudaria a aumentar as receitas do já clube mais rico do mundo na lista da Forbes, a relutância de Mourinho complica a possibilidade do regresso do capitão da seleção ao United, clube onde jogou de 2003 até ao verão de 2009.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.