A direção do Real Madrid aprovou, esta sexta-feira, o acordo de financiamento de 575 milhões das obras de remodelação do novo estádio Santiago Bernabéu, que vão perdurar nos próximos três anos e meio.

O referido valor será recebido em três parcelas anuais e pago num prazo de 30 anos com juros fixos de 2,5%.

Segundo informações divulgadas no site oficial do Real Madrid, o empréstimo será feito em julho de 2019, julho de 2020 e julho de 2021, e o clube pagará uma quota fixa anual de 29,5 milhões de euros a partir de 30 de julho de 2023 até ao seu vencimento a 30 de julho de 2049.

"O Real Madrid realizou esta operação sem ter que apresentar algum tipo de garantia hipotecária ou alguma limitação financeira sobre a gestão ou endividamento do Clube, para que possa desenvolver a sua normal actividade sem ser afectado pelo pagamento das obras", pode ler-se no comunicado.

Além disso, o Real Madrid indicou ainda que a reforma do estádio produzirá novas receitas, que servirão para financiar a reforma, além de, segundo o comunicado, "manter a liderança desportiva e económica do Clube nas próximas décadas."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.