O futebolista argentino Nicolás Otamendi manifestou-se hoje consciente dos obstáculos que estão a travar a venda do Valência ao empresário singapurense Peter Lim, mas confia que a operação vai ser concretizada.

"Vai chegar a um final feliz e será um dia lindo quando se confirmar", disse o defesa central sul-americano, ex-jogador do FC Porto.

Fontes do clube reconheceram na quinta-feira que a negociação entre Lim e o Bankia, principal credor do clube e membro da sua fundação, está bloqueada, embora não rompida.

O banco esclareceu os seus pontos de divergência, destacando-se a capacidade de endividamento que deve ter o clube, quem deve receber os benefícios de uma possível venda do novo estádio ou de como se deve processar a venda de futebolistas que sejam propriedade do fundo de investimento de Lim no clube.

"Não é um tema sobre o qual tenhamos de opinar", esclareceu Otamendi, revelando que o plantel está focado na competição, mas que tem ouvido "rumores" sobre o impasse no processo de venda.

Treinado pelo português Nuno Espirito Santo, o Valência, segundo classificado após quatro jornadas da Liga espanhola, conta ainda com os defesas lusos João Cancelo, Rubén Vezo e João Pereira, bem como o médio André Gomes.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.