Rakitic não está feliz no Barcelona. O médio croata foi perdendo espaço no onze catalão e as suas exibições vinham a ser muito criticadas pela imprensa espanhola. Em entrevista ao 'Mundo Deportivo', o antigo jogador do Sevilha assume que é bem provável deixar o clube antes do fim do seu contrato, que termina no final da época 2020/2021.

"Como sempre disse, poder jogar no Barcelona é perfeito. O que eu quero é aproveitar e ajudar a equipa. Tive uma primeira parte muito estranha da temporada, muito desconfortável, o que me surpreendeu, mas tenho de aprender muitas coisas e ir melhorando. Por vezes, acontecem coisas que eu não entendo, mas apenas tenho de as aceitar. Espero poder terminar este ano de contrato. Se não puder ser, vamos debater sobre isso, mas agora o mais importante é estar no topo e acabar a temporada da melhor maneira possível. Depois, tudo será analisado, mas a minha ideia é acabar este contrato", explicou Rakitic.

O médio croata não gostou da forma como foi tratado no Barcelona esta temporada.

"O que mais me doeu não foi jogar ou não jogar, mas a forma como o fizeram. Não posso estar num sítio, por muito que queira, onde querem outro jogador. O ano passado foi o melhor dos seis que aqui vivi. Fiquei muito surpreendido, não entendi, mas tenho de aceitar, pois o que eu mais quero é o melhor para a equipa", confessou ao 'Mundo Deportivo'.

Ivan Rakitic assumiu que mudar para o Sevilha, o seu antigo clube, é uma hipótese mas avisou o Barcelona que não vai ser moeda de troca numa possível transferência de outro jogador para o Barcelona. Em Itália fala-se na possibilidade de o médio entrar num possível negócio que levaria Lautaro Martinez, do Inter, para Camp Nou

"Não sou um saco de batatas com o qual podem fazer o que quiserem. Podem sempre falar comigo, mas o mais importante é que quero estar num lugar onde me queiram, me respeitem e precisem de mim", atirou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.