Rodrigo reconheceu que o ambiente no Valência é agora mais positivo desde a saída do treinador português Nuno Espírito Santo e a entrada do inglês Gary Neville para o comando da equipa.

Em declarações à imprensa espanhola, o antigo avançado do Benfica lembrou o 'divórcio' que se verificava entre os adeptos e o técnico português e as consequências que isso tinha para os jogadores. "Quando referi o mau ambiente referia-me à relação dos adeptos com o treinador. Era evidente que as pessoas não estavam satisfeitas com o treinador anterior. Acontecesse o que acontecesse, as pessoas pediam a sua saída. Quando tens de jogar, essa situação não é fácil, porque o treinador é o que comanda o barco e tínhamos de jogar sob pressão, não era fácil jogar em casa com esse ambiente", afirmou.

"A situação que vivi este ano no clube não foi fácil. A mudança de treinador, o ambiente que havia antes…mas contra o Villarreal já fizemos um bom jogo e contra o Madrid também. Falta-nos estabilidade, mas já estamos a dar uma melhor imagem em relação ao início da temporada. Temos de nos focar na segunda volta, é a única forma de lutarmos pelos lugares de topo", salientou ainda Rodrigo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.