A seleção de Portugal defronta esta quarta-feira a Suíça no Estádio do Dragão em jogo a contar para as meias-finais da Liga das Nações e que marca o arranque oficial da fase final da prova, a primeira que o país organiza desde o Euro2004.

Portugal pode garantir hoje a sua terceira final de uma grande competição da UEFA de seleções. No Estádio do Dragão, no Porto, no primeiro duelo das meias-finais, a seleção portuguesa vai ter pela frente uma formação helvética de boa memória, já que, na última vez que se encontraram, Portugal assegurou o apuramento para o Mundial2018.

Em outubro de 2017, no Estádio da Luz, Portugal venceu os suíços por 2-0, com golos de Djorou, na própria baliza, e André Silva (que não foi convocado para a Liga das Nações), naquela que foi a terceira vitória consecutiva perante esse rival, em jogos em solo luso.

Apesar da história recente contra os suíços ser bem positiva para o lado português, sobretudo a atuar em solo luso, a Suíça pode ‘gabar-se’ de ter imposto a primeira derrota (2-0) a Fernando Santos no comando da seleção, em 2016, no arranque da qualificação para Mundial2018, logo após os festejos da conquista do Euro2016.

Para o jogo desta noite, o médio Danilo, castigado, é a única baixa na equipa liderada por Fernando Santos, que pode estrear o avançado João Félix, jogador de apenas 19 anos que esteve em grande destaque no Benfica na última temporada.

Mesmo sem grandes tradições nas competições internacionais, a Suíça até tem sido presença habitual em fases finais nos últimos anos, tendo marcado presença nos últimos quatro Campeonatos do Mundo e no último Europeu, mas sem conseguir chegar muito longe nas duas competições.

A Suíça chegou a esta fase final após ter 'derrubado' nos grupos a Bélgica, que é atualmente considerada uma das mais fortes equipas europeias, e tem como principais figuras o extremo Xherdan Shaqiri, do Liverpool, o médio Granit Xhaka, do Arsenal, e o avançado Haris Seferovic, jogador do Benfica e melhor marcador da última edição da I Liga portuguesa.

No Mundial, os helvéticos chegaram os quartos de final por três vezes, nos longínquos anos de 1930, 1934 e 1953, enquanto nos Europeus, protagonizaram a sua melhor campanha há três anos, em França, quando passaram pela primeira vez a fase de grupos, caindo depois nos ‘oitavos’.

Portugal leva uma série de três vitórias seguidas nas vezes que recebeu a Suíça em jogos oficiais, em 1989 (3-1), 1993 (1-0) e 2017 (2-0), tendo empatado por uma vez, em 1987 (0-0), e sofrido apenas uma derrota, em 1969 (2-0).

Percurso da Suíça no apuramento para a 'final four' da Liga das Nações

Comandada por Vladimir Petkovic, técnico de 55 anos que nasceu na antiga Jugoslávia, mas que tem nacionalidade helvética, a Suíça tem como capitão o experiente defesa Stephan Lichtsteiner, agora no Arsenal depois de vários anos na Juventus, e como principal figura o extremo Xherdan Shaqiri, do Liverpool.

O guarda-redes Yann Sommer (Borussia Mönchengladbach), o lateral Ricardo Rodriguez (AC Milan), o médio Granit Xhaka (Arsenal) e o avançado Haris Seferović (Benfica) são outros dos jogadores de destaque da equipa.

O avançado do clube da Luz foi mesmo determinante no apuramento da Suíça para a fase final da Liga das Nações, tendo assinado um ‘hat-trick’ no triunfo por 5-2 sobre a Bélgica, que assegurou o primeiro lugar no Grupo 2, na última jornada.

Além dos belgas, a seleção helvética deixou pelo caminho a Islândia, que foi despromovida, numa campanha em que somou três vitórias, incluindo um 6-0 sobre os islandeses, e apenas uma derrota, em Bruxelas, por 2-1.

Depois das finais do Euro2004 e do Euro2016, Portugal pode tornar-se no primeiro finalista da mais recente prova criada pela UEFA caso vença hoje a formação helvética na cidade do Porto. A seleção das 'quinas' volta a receber uma grande competição internacional, com Porto e Guimarães a servirem de palco e com Cristiano Ronaldo a ser o único 'sobrevivente' da equipa que se apurou para a final do Euro2004.

O duelo das meias-finais entre Portugal e Suíça agendado para as 19h45 no Estádio do Dragão será o 23.º jogo oficial entre as duas seleções, o 12.º oficial e terá arbitragem do alemão Felix Brych.

Na quinta-feira, Inglaterra e Holanda disputam a outra meia-final da Liga das Nações, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, também às 19:45.

Os vencedores disputam a final da primeira edição da Liga das Nações, em 09 de junho, no Estádio do Dragão, em encontro com início às 19:45, enquanto os vencidos decidem no mesmo dia a atribuição dos terceiro e quarto lugares, no Estádio D. Afonso Henriques, às 15:00.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.