10 anos depois da conquista da Liga dos Campeões pelo Inter de Milão frente ao Bayern de Munique,  José Mourinho  conversou com o jornal italiano 'Corriere dello Sport' e revelou afinal o que disse quando se aproximou de Guardiola na 2.ª mão das 'meias' frente ao Barcelona.

"Quando Busquets caiu quase atordoado, eu estava na diagonal entre o nosso banco, o deles e o local onde Thiago Motta foi expulso. Pelo canto do olho, vejo o banco do Barcelona a celebrar como se tivessem ganho, Guardiola a chamar Ibrahimovic para falar sobre questões táticas, táticas de 11 contra 10. Simplesmente, disse-lhe: 'Não prepares já a festa que o jogo ainda não acabou'", contou Mourinho.

A verdade é que quem acabou a celebrar foi mesmo o Inter de Milão a celebrar, vencendo a eliminatória por 3-2 (3-1 na 1.ª mão, 1-0 na 2.º), e seguindo para a final de Madrid.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.