O Barcelona recebe, no próximo dia 18 de março, o Nápoles, na segunda-mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Devido ao surto de Covid-19 que assola a Europa, a UEFA decidiu que este encontro será realizado sem público nas bancadas.

"Tomámos a recomendação de jogar à porta fechada como uma obrigação, lamentamos muito pelos adeptos e por todo o mundo do futebol, mas temos de ser responsáveis. Queríamos logicamente jogar diante dos nossos adeptos, mas o governo decretou o fecho das portas nos jogos da Liga. Os jogadores do Nápoles chegarão em segurança, apesar do cancelamento de voos", disse Bartomeu, em declarações ao 'Mundo Deportivo'.

Esta medida terá consequências financeiras e desportivas, como contou Josep Maria Bartomeu, presidente do Barcelona.

"[O prejuízo económico] é secundário. A primeira coisa é a saúde, mas o prejuízo económico pode ser estimado em cerca de seis milhões de euros", revelou.

Muito contestado pela forma com tem dirigido o clube, Bartomeu aproveitou a ocasião para mostrar o seu lado mais brincalhão, sobre o facto de Camp Nou estar vazio nas receção aos italianos

"À porta fechada não haverá lenços brancos...", atirou.

Na primeira-mão, Nápoles e Barcelona empataram a uma bola em Itália.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.