O Real Madrid empatou a duas bolas, na receção ao Club Brugge, em encontro da 2.ª ronda do Grupo A da Liga dos Campeões. Os merengues estiveram a perder por 2-0, viram o adversário desperdiçar o 3-0 mas acabaram por empatar perto do final, resgatando assim um ponto. A equipa de Zidane continua sem vencer nesta edição da Liga dos Campeões.

O 'anúncio' do escândalo começou a ser 'gritado' no Bernabéu logo aos 10 minutos quando o sul-africano Percy acelerou pela esquerda, deixou Carvajal para trás e colocou na área para um golo... surreal. Emmanuel Dennis Bonnaventure, avançado nigeriano de 21 anos, tentou dominar a bola mas acabou por, sem querer, introduzi-la logo na baliza, com Courtois também a 'ficar mal na fotografia'. O lance teve de ser validado pelo VAR, já que os merengues pediam fora de jogo em duas ocasiões

Os belgas iam resistindo, de todas as formas, às investidas dos merengues, e contavam com a inspiração do guarda-redes Mignolet, ex-Liverpool e suplente de Courtois na baliza da seleção da Bélgica. A ordem era defender e sair em contra-ataque, onde a velocidade do tridente formado por Krepin Diatta, Percy Tau e Emmanuel Dennis Bonnaventure ia dando 'água pela barba' aos defesas merengues.

Foi numa perda de bola de Modric que surgiu o 2-0 dos belgas, novamente num lance meio caricato: Emmanuel Dennis Bonnaventure ganhou a bola, acelerou para a baliza (Sergio Ramos nem com uma 'mota' apanhava o nigeriano), perdeu, por momentos o controle e, já em queda, 'picou' a bola sobre Courtois e 'calou' os adeptos merengues. Não é todos os dias que se marcam dois golos ao Real Madrid no Bernabéu.

O seguindo tempo arrancou com duas mexidas no Real Madrid: Zidane retirou o lesionado Courtois da baliza, lançado o francês Areola, e trocando também Nacho por Marcelo, que estava no banco.

Foi um Real diferente aquele que apareceu no segundo tempo, mais pressionante, a conseguir estancar melhor os contra-ataques do Club Brugge. Apesar disso, o 3-0 podia ter aparecido aos 54 minutos, num lance em que Emmanuel Dennis Bonnaventure bateu Varane mas o seu remate saiu contra o corpo do guarda-redes francês Areola.

O Real Madrid, que já vinha a crescer, reduziu aos 56 minutos pelo inevitável Sergio Ramos, num cabeceamento, após centro de Karim Benzema. O golo acordou o Bernabéu, que passou a apoiar ainda mais a equipa.

O árbitro búlgaro Georgi Kabakov também deixou-se levar pelo ambiente e expulsou Ruud Vormer, capitão do Club Brugge, aos 84. Dois minutos, um livre de Toni Kroos encontrou a cabeça de Casemiro que empatou a partida, aos 86 minutos.

Depois da derrota na ronda inaugural com o PSG, o Real Madrid continua sem vencer na Liga dos Campeões. Zidane tem cada vez menos margem de manobra. O futebol da equipa não convence.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.