E o que é que esta 'final 8' da Champions pode trazer de novo? Poderá coroar um novo Bola de Ouro, poderá haver um vencedor inédito ou várias surpresas' Há vários cenários que podem ter lugar em Lisboa, nos dois palcos que vão ser o anfiteatro da constelação de estrelas: O estádio de Alvalade e da Luz.

Três rounds, quartos, meias e final. Tudo jogado à melhor de um jogo num formato inédito na competição milionária.

Especial Liga dos Campeões: Acompanhe todas as decisões com o SAPO Desporto! 

Os quartos de final arrancam esta quarta-feira, em Lisboa, com o Atalanta-PSG. Mas há vários cenários sobre a mesa em relação ao que pode resultar esta competição milionário.

Poderá ser o ano de Lewandowski?

Com 66 golos nA competição rainha, o dianteiro polaco de 31 anos lidera a lista lidera a lista de melhores marcadores com 13 golos. Mas Lewandowski tem um 'malapata': Não conquistou um única Champions. Num ano sem campeonatos de seleções, o polaco tem aqui uma oportunidade para se afirmar como o melhor marcador num só ano da Champions, isto depois de Cristiano Ronaldo já ter saído de cena depois da eliminação da Juventus.

Ronaldo, o senhor MVP. Adeptos da Juventus elegem CR7 como Melhor Jogador da Época
Ronaldo, o senhor MVP. Adeptos da Juventus elegem CR7 como Melhor Jogador da Época
Ver artigo

A oportunidade parece ser um objetivo à medida do atacante de 31 anos, um jogador no auge da carreira e com o faro de golo no seu apogeu. Por outro lado, o Bayern é visto como um dos mais fortes candidatos a levantar a 'orelhuda'. Só atrás do City de Guardiola. Robert Lewandowski esteve perto da glória, enquanto jogador do Dortmund, derrotado precisamente na final em 2013 contra a sua antiga equipa.

Recorde-se que o polaco está apenas a quatro golos do recorde de Ronaldo numa só temporada na Champions. Em 2013/14, o português apontou 17 tentos nessa edição.

Lewandowski com 66 golos é mesmo o melhor marcador da Champions sem nunca ter ganho o troféu. Só atrás de Ronaldo, Messi e Raul. Para já, o avançado poderá sonhar...O Bayern só conheceu até ao momento o sabor da vitória nesta edição da Champons.

A sorte está lançada na partida frente ao Barcelona, veremos que leva a melhor neste duelo de gigantes que terá lugar na próxima sexta-feira.

Leia aqui a antevisão dos jogos dos quartos de final da autoria, da autoria do analista Tomás da Cunha.

Opinião: Única, imprevisível e com espaço para novos heróis: eis a final-8 à portuguesa
Opinião: Única, imprevisível e com espaço para novos heróis: eis a final-8 à portuguesa
Ver artigo

Será que chegou a hora do City de Guardiola

Está na altura de falar nas equipas que nunca levantaram o troféu. E em primeiro lugar na lista está o City de Guardiola. Os citizens são mesmo os favoritos à vitória final, de acordo com o que dizem as casas de apostas. Em teoria, o adversário nos 'quartos' de final parece à medida do City.

A equipa de Pep Guardiola já avisou que vem a Lisboa para tentar ganhar a Champions, mas sublinhou no entanto que os de Manchester estão avisados em relação ao adversário, isto depois do Lyon ter eliminado da prova a toda a poderosa Juventus.

Guardiola está ciente de que este é o ano certo para tentar vencer a Champions ao serviço do City, depois de o ter tentado fazer no banco do Bayern, e nas temporadas anteriores no emblema de Manchester. Com duas Champions no currículo ao serviço do Barça, o técnico quer somar engordar o palmarés.

Podemos estar perante um novo vencedor?

1, 2, 3, 4, 5 e 6. Seis das oito equipas em prova nunca venceram a Liga dos Campeões: Casos do Lyon, City, Leipzig, Atlético de Madrid, Atalanta e PSG.

Por outro lado, dois tubarões vão já medir forças já nos quartos-de-final, caso do embate entre o Bayern e o Barcelona, o que deixa logo um dos favoritos de fora para as meias-finais.

Das equipas que nunca venceram a prova, só o Atlético chegou a uma final (por três vezes).

Para já é seguro que uma de estas equipas, entre o Atlético, o Leipzig, o PSG ou Atalanta vai chegar à final do dia 23 de agosto.

Atalanta pode ser a Grécia de 2004?

Não, estamos a falar de uma antítese da equipa grega que venceu o Campeonato da Europa em 2004 em Portugal frente à equipa das quinas e também no estádio da Luz. Os italianos orientados por Gian Piero Gasperini já apontaram cerca de 115 golos na temporada e na primeira presença na Champions chegaram incrivelmente aos quartos de final. A partir daqui os italianos só podem sonhar e a pressão definitivamente não recai sobre os seus ombros. Jogam a sorte já esta quarta-feira frente ao PSG, de Neymar e também de Mbappé que poderá estar apto para defrontar os italianos.

Leipzig, a equipa imberbe de idade que tem demonstrado que tem barba rija para estas andanças

Foi fundado há apenas 11 anos, ‎a 19 de maio de 2009. Está pela primeira na fase a eliminar da Champions e já se se sabe que não poderá contar com o dianteiro Timo Werner, que se transferiu neste verão para o Chelsea. Os alemães enfrentam o Atlético de Madrid nos quartos.

Formato pode dar lugar a surpresas

Se o 'décalage' entre equipas e orçamentos pode ser grande, com a eliminatória a uma só mão, essas diferenças não são tão acentuadas e podem mesmo esbater-se. E poderá mesmo haver lugar a surpresas, até porque desta vez os teóricos favoritos não terão tempo para emendar a mão em caso de um resultado desfavorável.

Já se sabe que o vencedor do encontro entre o Bayern e o Barça vai defrontar quem sair do jogo entre o City e o Lyon. Novo embate de gigantes poderá assim estar agendado para as meias finais da prova.

Cinco substituições também podem ajudar os menos favoritos

As equipas vão poder efetuar três substituições, mas só estas só poderão feitas em três momentos: Entre o fim do tempo regulamentar, o prolongamento e também o intervalo do prolongamento. É possível outra substituição durante o prolongamento.

Clubes podem inscrever novos jogadores?

Sim, as equipas tiveram a possibilidade de inscrever três jogadores novos na lista A. Os planteis estão limitados a 25 jogadores e terão que sair os que já estavam inscritos para entrar outros.

Especial Liga dos Campeões: Acompanhe todas as decisões com o SAPO Desporto! 

*Artigo corrigido às 17h22

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.