A precisar de ganhar, o Inter começou melhor, aproveitando o facto de o Barcelona, já apurado, se apresentar desfalcado e mais relaxado. D'Ambrosio e Lukaku ameçaram, por duas vezes, a baliza contrária, mas a bola não entrou e quem marcou foi o Barça, à passagem do minuto 23, por intermédio do jovem Carlos Pérez. Pase em profundidade de Griezmann para Vidal, Godín antecipou-se, mas a bola sobrou para Pérez, que não perdoou.

Com o Dortmund a vencer desde cedo o Slavia no outro encontro do grupo, o Inter partiu em busca do prejuízo e, aos poucos, voltou a apertar, à procura do golo. Aos 35 miuntos Lautaro obrigou Neto, esta noite titular na baliza do Barcelona, a excelente intervenção e, pouco depois também Godín, de cabeça, quase empatou.

Água mole em pedra dura tanto bate até que fura, e furou mesmo, com Lukaku a restabelecer a igualdade à beira do intervalo. Lautaro recebeu a bola à entrada da área, segurou-a para o disparo de Lukaku, que rematou forte e rasteiro, de pé esquerdo. O esférico ainda sofreu um desvio no pé de um defesa contrário e entrou para o fundo das redes.

As boas notícias para a turma milanesa continuaram logo a seguir, com o Slavia a restabelecer também a igualdade na Alemanha. À saída para os balneários tudo na mesma, com o Inter no segundo lugar, à frente do Dortmund.

O que parecia um sonho para o Inter, depressa se tornou num pesadelo no segundo tempo. Da Alemanha veio a informação de que o Dortmund estava de novo na frente na recepção ao Slavia, resultado que obrigava os 'nerazurri' a vencerem e estes bem tentavam voltar a marcar, mas a bola teimava em não entrar, com Neto a brilhar e a impedir Lukaku de bisar à passagem da hora de jogo.

E, quando a bola entrou, não contou. Por duas vezes os homens do Inter colocaram a bola no fundo das redes, mas em ambas as ocasiões o lance foi invalidado por fora de jogo. Se tudo estava complicado, ficou irremediavelmente perdido quando Ansu Fati, que havia saltado do banco pouco antes, recolocou o Barça na frente, a cinco minutos dos 90.

Com o Dortmund a confirmar a vitória ante o Slavia, não havia nada a fazer para o Inter, que assim cai para a Liga Europa, como terceiro classificado o Grupo F, com os alemães a seguirem com o Barça para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões como segundo classificados, atrás da turma catalã.

Na Alemanha o Dortmund marcou logo aos dez minutos, por intermédio do inglês Jadon Sancho. Souček ainda empatou para o já eliminado Slavia Praga, mas no segundo tempo um golo de Brandt perto da hora de jogo recolocou, em definitivo, a turma germânica na frente, selando assim a passagem à fase seguinte da prova.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.