Jorge Jesus, treinador do Benfica, fez esta sexta-feira a antevisão da visita ao reduto da Académica. Um pouco agastado pela insistência dos jornalistas na ideia de que a saída de Talisca pode ter tido influência direta no golo do Zenit, o técnico encarnado defendeu o jogador.

"O que é que o Talisca tem a ver com o Zenit e com o facto de termos sofrido o golo? O que é que tem a ver o facto de o Talisca ter saído e o Benfica sofrer o golo? Tem alguma coisa a ver com o desempenho do Talisca? Não tem nada a ver com o Benfica ter sofrido o golo", insistiu, em conferência de imprensa.

Jorge Jesus esclareceu depois que Talisca é um avançado e não um médio e, por essa razão, decidiu substituí-lo por Derley.

"Vamos lá ver uma coisa: o Benfica tem uma ideia de jogo, quem tem essa ideia de jogo sou eu. Como não sabe, pode fazer a pergunta e acho bem. O Talisca é um avançado do Benfica e não é um médio do Benfica. Entrou o Derley, saiu um avançado e entrou outro avançado. A jogada [em que o Benfica sofreu o golo] não teve nada a ver com a interferência posicional do Talisca ou Derley", acrescentou depois.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.