O Benfica perdeu 2-0 com o CSKA e está fora das competições europeias. O 'milagre' das contas do apuramento não se verificou e acabaram-se as oportunidades para a equipa de Rui Vitória.  Num jogo de tudo ou nada para o conjunto de Rui Vitória, a 'crença' que o treinador anunciava antes do encontro não foi suficiente e os 'encarnados' sofreram a quinta derrota seguida na fase de grupos da prova. Schenikov e um autogolo de Jardel fizeram o resultado que afasta as 'águias' de qualquer cenário de apuramento para a Liga dos Campeões ou para a Liga Europa.

Sem Grimaldo e em 4-3-3, os ‘encarnados’ sabiam que apenas um resultado interessava. Sem os três pontos era a despedida assegurada da Liga dos Campeões. Apesar do carácter decisivo do encontro, foi o CSKA que entrou melhor na partida. O conjunto russo sabia que um triunfo não assegurava passagem, mas colocava-os numa posição confortável antes da última jornada da fase de grupos.

Aos 13 minutos o CSKA coloca-se em vantagem no encontro com um golo de Schenikov. Após uma jogada confusa dentro da grande área dos ‘encarnados’, a bola sobre para o jogador do conjunto russo que, em fora de jogo, bate Bruno Varela para abrir o marcador.

Na resposta ao golo do CSKA, o Benfica esteve perto de fazer o empate. Salvio cruzou a bola para Diogo Gonçalves que amorteceu para a entrada de Jonas. No coração da área, o brasileiro atirou ao lado.

Aos 25 minutos, Dzagoev esteve perto de dobrar a vantagem do CSKA. Luisão, com um corte defeituoso deixou a bola à mercê do russo que atirou com força para uma grande defesa de Bruno Varela. O guarda-rede português esticou-se e evitou o segundo golo do encontro.

Até ao intervalo as duas equipas foram lutando no meio-campo sem grandes oportunidades para nenhum dos lados. Tanto o CSKA como o Benfica eram incapazes de segurar a posse de bola durante muito tempo. Destaque ainda para o livre concedido aos russos aos 39 minutos que bateu na barreira e saiu para canto antes do intervalo.

Na segunda parte o Benfica subiu as linhas e tentou aumentar a pressão para dar a volta ao marcador, mas quem criou mais perigo e chegou ao golo. Aos 56' minutos, numa jogada de contra-ataque, o CSKA marca num momento infeliz de Jardel. O central tentou o corte, mas acabou por colocar a bola dentro da baliza de Bruno Varela. Fica mal na fotografia a defesa dos 'encarnados' que permitiu o cruzamento de Vitinho numa situação de dois para um.

Com dois golos de vantagem, o CSKA baixou o ritmo de jogo e tentou manter a posse de bola para 'dominar' qualquer tentativa de reação por parte do Benfica. A estratégia dos russos funcionou até certo ponto, uma vez que os 'encarnados' tinham muitas dificuldades em criar oportunidades para chegar perto da área.

Foi preciso chegar aos 70 minutos para que Akinfeev tivesse a primeira defesa digna de destaque na segunda parte. Num lance à entrada da área, Jonas rematou para uma parada fácil do internacional russo.

O CSKA esteve mais perto de chegar ao terceiro golo do que o Benfica de reduzir até ao final da partida. Dentro da grande área do Benfica, Dzagoev tentou a sua sorte, mas a bola foi desviada pela defesa e saiu ao lado da baliza dos 'encarnados'. O remate do russo acabou por ser o último lance em que houve 'suspeitas' de poder existir mais um golo visto que as tentativas do Benfica embatiam, sem perigo, na defensiva russa.

Com este resultado o Benfica fica sem qualquer hipótese de seguir para os oitavos de final da Liga dos Campeões. Depois de quatro derrotas seguidas na fase de grupos, os ‘encarnados’ somaram a quinta e continuam com zero pontos no grupo A. Na última jornada, o clube da Luz enfrenta o Basileia no Estádio da Luz.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.