Um “momento de silêncio” vai ser observado na final da Liga dos Campeões, em memória do futebolista internacional espanhol José Antonio Reyes, que morreu hoje, vítima de um acidente de viação, anunciou a UEFA.

“A UEFA informa que será observado um momento de silêncio na final da Liga dos Campeões de hoje, entre o Tottenham e o Liverpool, depois de ter sido confirmada a morte do antigo internacional espanhol José Antonio Reyes”, que representou o Benfica em 2008/09, indicou o organismo regulador do futebol europeu, em comunicado.

O acidente que vitimou Reyes e um primo do avançado espanhol, de 23 anos, e deixou ferida com gravidade uma terceira pessoa, ocorreu às 11:40 (10:40 em Lisboa), numa autoestrada entre Sevilha e Utrera, localidade onde nasceu, tendo o carro em que circulava sofrido um despiste, incendiando-se de seguida, de acordo com a agência EFE.

“A UEFA e o futebol europeu estão profundamente consternados com as terríveis notícias da morte de José Antonio Reyes e gostaria de expressar as minhas sinceras condolências à família e amigos pela sua perda”, afirmou o presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, no mesmo comunicado.

Reyes, que atuou esta temporada no Extremadura, da segunda divisão espanhola, jogou no Benfica na época 2008/09, por empréstimo do Atlético de Madrid, tendo disputado 35 jogos e marcado seis golos ao serviço da equipa lisboeta, pela qual conquistou a Taça da Liga, tendo marcado um golo na final, frente ao Sporting.

O avançado, que tem 21 internacionalizações pela seleção de Espanha, nas quais marcou quatro golos, conquistou por cinco vezes a Liga Europa e venceu uma Supertaça europeia, tendo-se ainda destacado no Arsenal, no qual conquistou um título de campeão inglês e uma Taça de Inglaterra.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.