Já com o apuramento para os 'oitavos' garantido, o Tottenham defronta esta quarta-feira o Bayern Munique (também qualificado), cerca de um mês e meio depois de ter sido goleado em casa (7-2) pelo conjunto bávaro.

José Mourinho, que na altura ainda não era treinador dos 'spurs', afirmou ter proibido a exibição de imagens dessa partida aos seus jogadores.

"Proibi toda e qualquer imagem disso [goleada por 7-2]. Já vi o jogo algumas vezes. Eu, o meu staff e os analistas. Tentámos ver todos os aspetos, mas nem uma imagem foi mostrada aos rapazes. Nada. Vamos virar o foco para nós e não para o Bayern", afirmou o treinador português, na antevisão ao duelo com os alemães.

Mourinho assumiu também que, com o apuramento assegurado e já sem possibilidade de ser primeiro no grupo, vai poupar alguns jogadores - Harry Kane, Dele Alli ou Vertonghen, por exemplo, não foram convocados.

"É compreensível que façamos algumas alterações. Vamos dar oportunidades a outros jogadores", começou por dizer.

"Acham que a nossa equipa vai ser a mesma sem Harry Kane? Não vai. Mas o Bayern também depende um pouco de Lewandowski. O treinador deles pensa de forma diferente. Eu deixei o Kane em casa, mas acho que o Lewandowski vai jogar. Mas se calhar ele pode lesionar-se e depois está indisponível para o fim de semana. Portanto até pode optar por não colocá-lo em campo", atirou o técnico luso.

Bayern e Tottenham medem forças esta quarta-feira, na Alianz Arena, em Munique, a partir das 20h00 (de Portugal continental), em jogo da sexta e última jornada do Grupo B.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.