A Liga dos Campeões regressou na sexta-feira, quase cinco meses depois da paragem devido à pandemia da COVID-19, com a luta pelos últimos quatro lugares na inédita 'final a 8' de Lisboa. Manchester City, Lyon, Barcelona e Bayern Munique juntaram-se a Atalanta, Atlético Madrid, Leipzig e PSG, que já haviam garantido a passagem aos quartos de final antes da interrupção da prova.

Especial Liga dos Campeões: Acompanhe todas as decisões com o SAPO Desporto! 

A UEFA acabou por decidir fazer uma inédita fase final, com eliminatórias de apenas um jogo, em Lisboa, de 12 a 23 de agosto. Nesse sentido, recordamos o percurso do Atlético Madrid até esta fase da competição. A equipa espanhola tem encontro marcado com o Leipzig na quinta-feira (20h00), no Estádio José Alvalade.

O caminho do Atlético Madrid

O Atlético Madrid chega pela sexta vez aos quartos de final da Liga dos Campeões e conta com a experiência de ter atingido por duas vezes a final nas últimas sete épocas, em 2013/14 e 2015/16. Sem ter realizado uma fase de grupos particularmente brilhante, a equipa de Diego Simeone deu uma lição ao eliminar o todo-poderoso Liverpool, campeão europeu em título, nos oitavos de final.

Contudo, nada fazia prever este cenário. Os 'colchoneros' tinham terminado a fase de grupos no segundo lugar, a seis pontos da Juventus. Após anular uma desvantagem de dois golos para empatar com a 'Vecchia Signora' na primeira jornada, o Atlético venceu por 2-0 no terreno do Lokomotiv Moscovo e ganhou por 1-0 na receção ao Leverkusen, mas não evitou duas derrotas (2-1) na Alemanha e em Turim (1-0). O triunfo em casa (2-0) ante o Lokomotiv, na sexta e última jornada, acabou por garantir o segundo lugar do grupo D.

Quando o sorteio dos oitavos de final colocou o Liverpool no caminho do Atlético Madrid, poucos acreditaram que a formação 'colchonera' fosse capaz de travar um campeão europeu que parecia imparável. No entanto, a equipa de Jurgen Klopp começava a mostrar sinais de vulnerabilidade e a conceder alguns golos, algo que o Atlético, sempre 'matreiro' e com alguém como Diego Simeone ao leme, acabou por tirar partido.

Na primeira mão, no Wanda Metropolitano, Saul Níguez fez o único golo da partida logo aos quatro minutos, aproveitando um ressalto no pé de Fabinho para bater Alisson Becker, na sequência de um canto. O jogo ficou então de feição para os 'colchoneros' que recuaram no terreno para defender a vantagem, procurando então explorar o contra-ataque.

Em Anfield, ainda com adeptos nas bancadas, Diego Simeone apostou numa dupla atacante composta por João Félix e Diego Costa, mas não foi o suficiente, pois os ingleses marcaram o primeiro golo e empataram a eliminatória em cima do intervalo, através de um golo de cabeça de Wijnaldum, após assistência de Oxlade-Chamberlain.

Liga dos Campeões 2019/20: Liverpool FC vs Atlético Madrid
Virgil van Dijk em luta com Diego Costa @EPA/PETER POWELL

O jogo chegou ao final com 1-0 no marcador, o que obrigou à realização de um prolongamento. Aos 94', Roberto Firmino fez o segundo do Liverpool, numa recarga a um primeiro remate que bateu no poste da baliza de Oblak. Mas logo a seguir Llorente fez o 2-1 para o Atlético, após assistência de João Félix, um resultado que colocava os espanhóis na frente da eliminatória.

O mesmo Llorente, que tinha entrado aos 56 minutos para o lugar de Diego Costa, fez o 2-2 aos 105' e a a cereja no topo bolo surgiu já muito perto do final do prolongamento, com Morata a fazer o 2-3 final e a confirmar o Atlético nos quartos de final da Champions.

Os 'colchoneros' atingem os quartos de final da liga milionária pela 10.ª vez, e pela quinta em sete épocas. Seguiram em frente em três das últimas quatro presenças nessa fase da competição, mais recentemente quando deixaram pelo caminho o Leicester City em 2016/17 (1-0 em casa, 1-1 fora).

Em Alvalade, o Atlético Madrid vai defrontar o Leipzig, estreante nesta fase da competição, que defrontou o Benfica na fase de grupos e que afastou nos oitavos de final o Tottenham, de José Mourinho, e que tinha sido finalista em 2019. Contudo, os alemães terão uma baixa de peso nos quartos de final, uma vez que já não vão contar com o avançado Timo Werner, entretanto transferido para o Chelsea.

Pode acompanhar todas as incidências da partida aqui. O vencedor do encontro entre o Leipzig e o Atlético Madrid vai defrontar a Atalanta ou o Paris Saint-Germain nas meias-finais.

Registo em 2019/20 na Champions: 5V 1E 2D 12GM 7GS

Melhor marcador: Álvaro Morata (3)

Segundo classificado do Grupo D

▪ Atlético 2-2 Juventus (Savić 70, Herrera 90; Cuadrado 48, Matuidi 65)
▪ Lokomotiv Moscovo 0-2 Atlético (João Félix 48, Thomas 58)
▪ Atlético 1-0 Leverkusen (Morata 78)
▪ Leverkusen 2-1 Atlético (Thomas 41 p.b., Volland 55; Morata 90+4)
▪ Juventus 1-0 Atlético (Dybala 45+2)
▪ Atlético 2-0 Lokomotiv Moscovo (João Félix 17 g.p., Felipe 54)

Oitavos-de-final

Primeira mão (18 de Fevereiro): Atlético 1-0 Liverpool (Saúl Ñíguez 4)
Segunda mão (11 de Março): Liverpool 2-3 (a.p.) Atlético (Wijnaldum 43, Firmino 94; Llorente 97 105'+1, Morata 120'+1)
(4-2 total)

Especial Liga dos Campeões: Acompanhe todas as decisões com o SAPO Desporto! 

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.