O treinador do Tottenham, Maurício Pochettino, admitiu hoje, após a derrota na final da Liga dos Campeões de futebol, frente ao Liverpool (2-0), que o penálti assinalado nos instantes iniciais do jogo foi “muito negativo” para a sua equipa.

“Toda a gente viu o que se passou. Marcar um penálti aos 27 segundos dá cabo de tudo o que se planeou ao longo da semana para esta final. O Liverpool não contava com isso, ter um penálti assim, no momento em que foi. O efeito foi muito negativo para a minha equipa”, disse Pochettino, que não concorda com a decisão do árbitro.

Segundo o treinador argentino, a bola rematada por Sadio Mané “tocou no corpo de Moussa Sissoko antes de tocar no braço” e em momento algum “chegou a haver contacto com a mão”, mas resigna-se à “interpretação do árbitro, que prevaleceu”.

O Liverpool somou hoje a sexta Liga dos Campeões, ao vencer o Tottenham, por 2-0, numa final disputada em Madrid.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.