A polícia de Munique abriu hoje um inquérito para investigar o furto de botas e camisolas de Cristiano Ronaldo do balneário utilizado pelo Real Madrid na visita de terça-feira ao Bayern, nas meias-finais da Liga dos Campeões de futebol.
«Estamos à procura de pistas e testemunhos», disse um porta-voz da força de segurança daquela cidade germânica que também irá receber a final da “Champions”.
Antes da partida da primeira mão, que terminou com o triunfo dos bávaros (2-1) sobre a equipa de Mourinho, Cristiano Ronaldo, Pepe, Coentrão e Ricardo Carvalho, desapareceram da zona ocupada pelos “merengues” dois pares de botas e uma camisola do avançado madeirense e uma outra camisola do internacional alemão Ozil.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.