A eliminação do Benfica na Liga dos Campeões, frente ao Borussia de Dortmund tornou muito complicadas as contas de Portugal para as competições europeias em 2018/2019. Se mantiver o sétimo lugar do ranking da UEFA, o nosso País apenas terá acesso a dois clubes portugueses na Liga dos Campeões e outros três na Liga Europa.

Segundo o jornal a Bola, a possibilidade de ultrapassar a Rússia e manter a sexta posição do ranking, que coloca três equipas na Liga dos Campeões e duas na Liga Europa, mostra-se quase impossível para o FC Porto, único representante luso em prova nas competições europeias. Os 'dragões' precisam de chegar às meias-finais da competição e esperar que Rostov e Krasnodar, representantes russos na Liga Europa, percam os dois jogos dos oitavos de final da prova, frente a Manchester United e Celta de Vigo, respetivamente, para recuperar o sexto lugar.

Assim, o FC Porto precisa de fazer seis pontos (sendo que a vitória vale dois pontos, o empate um e a passagem na eliminatória um ponto extra) para fazer face à desvantagem portuguesa. Desta feita, os 'azuis e brancos' precisavam de vencer e eliminar a Juventus (três pontos) e passar os quartos de final, visto que as duas vitórias, dois empates e a passagem da eliminatória garantem os pontos suficientes para ultrapassar a Rússia no ranking. No entanto, a missão poderá tornar-se mais difícil caso os emblemas soviéticos consigam pontuar nos jogos desta quinta-feira.

O posicionamento do ranking da UEFA é definido com os resultados das equipas de cada país nas competições europeias e os resultados desta época ditam como se vai jogar a Liga dos Campeões e a Liga Europa de 2018/2019. O sétimo lugar, onde Portugal se encontra, dá direito a dois clubes na 'Champions' (um na fase de grupos e outro na 3ª pré-eliminatória) e três na Liga Europa. O nosso país conseguia levar três clubes à maior competição europeia de clubes desde 2012/2013.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.