Declarações de Raúl de Tomas, jogador do Benfica, à TVI, após a derrota da sua equipa frente ao Zenit por 3-1.

Análise ao jogo: "Não conseguimos ganhar. Foi um bom jogo da equipa. Estiveram melhor nos duelos individuais. É futebol, se não ganhas os duelos é normal perder. Tive a sorte de marcar, depois de alguns jogos, mas não serviu para nada."

O que é preciso melhorar? "Conseguir ganhar mais duelos, tentar que a bola role mais depressa."

Podia ter entrado mais cedo? "O treinador decide e eu estou aqui para ajudar."

Contas do Benfica na Liga dos Campeões: "Que não digam que não se pode continuar em prova. Vamos lutar até ao fim."

O Benfica sofreu, esta quarta-feira, a segunda derrota em dois jogos no Grupo F da Liga dos Campeões em futebol, ao perder por 3-1 com o Zenit, em encontro disputado em São Petersburgo. Dzyuba, aos 22 minutos, Rúben Dias, aos 70, na própria baliza, e o iraniano Azmoun, aos 78, apontaram os tentos dos campeões russos, enquanto, aos 85, o espanhol Raúl de Tomás estreou-se, finalmente, a marcar pelos ‘encarnados’.

Na classificação, o Zenit e o Lyon, que venceu por 2-0 em Leipzig, partilham a liderança, com quatro pontos, contra três dos alemães e nenhum do ‘onze’ de Bruno Lage.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.