Valência e Chelsea apuraram-se para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões, depois de vencerem os respetivos jogos. Os espanhóis atiraram o Ajax, semifinalista da prova no ano passado, para a Liga Europa.

Num dos grupos mais equilibrados da Liga dos Campeões, as equipas que jogavam em casa teriam de vencer para seguir em frente.

Na Holanda, o Ajax, semifinalista da edição 2018/2019 da Liga dos Campeões, 'apertou' com o Valência, principalmente no primeiro tempo, não deixando os espanhóis saírem para o ataque.

Mas quem viria a marcar seria o Valência, pelo ex-benfiquista Rodrigo. Ferran descobriu o hispano-brasileiro que, perante Onana, remato forte, gelando o Johan Cruijff Arena.

Os campeões holandeses continuaram na sua toada, em busca do golo. Aos 38 minutos, um centro venenoso de Ziyech quase que surpreendia Jaume Domenech. Aos 43 foi Gaya, com um corte fantástico em cima da linha, a negar o golo a Van de Beek.

No segundo tempo, continuou a pressão do Ajax, que viu Jaume negar o tento a Ziyech aos 56 minutos. O marroquino voltou a ter o empate no pé aos 67 minutos mas falhou um golo cantado.

Nos derradeiros minutos, Ten Haag, técnico do Ajax, apostou tudo no ataque, na tentativa de marcar o golo que apuraria a equipa mas o Valencia defendeu o resultado, numa grande exibição de toda a equipa. O guarda-redes Jaume Domenech foi um muro intransponível na baliza 'ché'.

Com esta vitória sofrida, o Valência garante o primeiro lugar do Grupo H, com os mesmos 11 pontos do Chelsea, que também se apura.

O Ajax, semifinalista da prova na época passada, cai para o terceiro lugar e vai para a Liga Europa. O Lille termina o grupo com apenas um ponto.

Chelsea vence Lille e carimba primeiro lugar

Os londrinos tinha pela frente a missão menos complicada já que defrontavam o Lille, equipa já eliminada das provas da UEFA. Os franceses apresentaram-se em Stamford Bridge com os portugueses Tiago Djaló, Xeka e Renato Sanches no onze.

O Chelsea rapidamente adiantou-se no marcador, aos 19 minutos, por Tammy Abraham, a passe de William. Aos 35 minutos, nova assistência brasileira, agora de Emerson, para o espanhol Cesar Azpilicueta fazer o 2-0. A equipa de Lampard estava assim muito perto dos oitavos-de-final da 'Champions'.

Mas no segundo tempo o Lille reagiu, com Loic Remy a reduzir aos 78 minutos.

Os londrinos aguentaram o resultado e seguiram para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões como segundos do Grupo H, com os mesmos 11 pontos do Valência.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.