O Sporting foi hoje uma das equipas com vitórias claras nos oitavos de final da Liga Europa de futebol, uma ronda em as três equipas russas perderam e partem para a segunda mão com as contas complicadas.

No estádio de Alvalade, o Sporting superiorizou-se ao Viktoria Plzen, da República checa, por 2-0 e está claramente em alta na eliminatória. Melhor, só os 3-0 do Atlético de Madrid ao Lokomotiv de Moscovo.

Único país com três equipas nesta fase da Liga Europa, a Rússia regista três derrotas e arrisca-se a não passar daqui: além do insucesso do Lokomotiv, contabiliza-se a derrota em casa do CSKA frente aos franceses do Lyon (1-0) e a do Zenit em Leipzig (2-1).

O último sobrevivente português nas competições europeias de clubes apresentou-se em campo com uma equipa muito 'retalhada' por ausências de titulares habituais, como o goleador holandês Bas Dost. Mas encontrou nos reservistas convocados parte do sucesso, já que foi o colombiano Montero - ponta-de-lança no lugar de Dost - que apontou os dois golos da partida.

Primeiro, aos 45+1, a passe de Fábio Coentrão, e depois aos 49, a passe de Bruno Fernandes.

O 3-0, que poderia 'matar' a eliminatória, não chegou, mas a vitória dos 'leões' é justíssima, pela forma como dominaram no campo, desde o setor ofensivo até à defesa.

No 'colapso' russo de hoje houve um golo português, com Bruma a faturar o primeiro da partida na vitória do RB Leipzig sobre o Zenit (2-1).

Ao 56 minutos rematou em jeito, muito colocado, depois de um grande passe de Timo Werner, jogador que faria o outro tento do clube alemão. A quatro minutos do fim, Criscito fez o 2-1, o que ainda dá esperanças aos russos.

Arrumada deve estar a sorte do Lokomotiv, de Manuel Fernandes e Éder, goleado por 3-0 no Wanda Metropolitano. Saul Niguez, Diego Costa e Koke fizeram os golos 'colchoneros'.

E em Moscovo o CSKA também passou um mau bocado na receção ao Lyon, de França, com os gauleses a vencerem por 1-0. O golo da equipa que conta com Anthony Lopes na baliza foi finalizado pelo brasileiro Marcelo.

Ao descalabro dos clubes russos contrapõe-se a boa prestação das formações francesas ainda em prova, já que o Marselha também ganhou, 3-1 ao Athletic Bilbau, no Velódromo.

Com arbitragem de Jorge Sousa, o jogo mostrou um Marselha (com Rolando a titular) em melhor forma do que no início da época, se bem que o resultado não seja ainda 'sentença' para os bascos.

Um histórico que parece ter o sinal de paragem mostrado é o AC Milan (André Silva foi suplente utilizado), depois de perder em casa com o Arsenal. A equipa de Arsene Wenger foi amplamente dominadora e tem tudo para confirmar a passagem em Londres.

Em Roma, a Lazio começou a perder com o Dínamo Kiev, virou o resultado e terminou por ceder um algo compremetedor empate 2-2.

Nani jogou, mas só a partir do minuto 85, nada adiantando a pressão final dos italianos.

No outro jogo do dia, um bis do kosovar Valon Berisha valeu o triunfo do RB Salzburgo em Dortmund, por 2-1. Pelos locais, Raphael Guerreiro esteve no banco, mas ainda não é aposta para o 'onze' do Borussia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.