O jogador do Sporting foi o escolhido para falar na conferência de imprensa de antevisão no regresso dos Leões às competições europeias, onde abordou a adaptação à equipa desde a chegada de Marcel Keizer.

Nemanja Gudelj abordou a sua posição em campo no esquema de Marcel Keizer e quando questionado pelo SAPO Desporto explicou porque é que não tem tido oportunidade para aplicar o seu forte pontapé, que é um dos seus cartões de visita.

"Eu era um oito quando cheguei aqui, mas agora com o Keizer todos os jogadores do meio-campo têm de ter posse de bola. Gosto muita forma como jogamos. Sinto-me bem como seis, muito confiante. Tenho qualidade no remate, mas tenho outras qualidades como número seis. Parar o contra-ataque adversário, iniciar os nossos ataques e por isso tenho rematado menos. Para rematar temos o Bruno Fernandes”, disse o médio sérvio.

Gudelj falou ainda da receita para vencer os espanhóis do Villarreal: “Creio que é importante pensar em jogar bem, passar a bola rápido de um lado para outro. É muito importante e creio que, em Alvalade com a ajuda dos nossos adeptos, vamos ganhar o jogo e ficar numa boa posição para o segundo jogo. O Villarreal está numa fase menos positiva, não ganham há dez jogos. Não vai ser fácil, é uma equipa difícil”.

Quanto a favoritismos, como é habitual, preferiu não escolher um lado: "Não posso dizer quem é favorito, só posso dizer que queremos ganhar este jogo."

Em Alvalade, pelas 20:00, os 'leões' apostam quase tudo na excelente forma de Bruno Fernandes, que marcou golos nos últimos três jogos e já totaliza 20 na época, metade dos quais no campeonato português -- quarto da tabela.

Os 'leões', que não eliminam um conjunto espanhol há mais de 30 anos, têm uma grande oportunidade para acabar com a 'malapata', mas convém encarrilarem o apuramento em Alvalade, pois nunca ganharam em Espanha (três empates e 13 derrotas).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.