O treinador do Vitória de Guimarães, Ivo Vieira, disse hoje que o clube minhoto vai tentar bater-se com os adversários do Grupo F da Liga Europa de futebol, sabendo que precisa de "trabalho árduo" para crescer.

O grupo dos vimaranenses, sorteado na sexta-feira, no Mónaco, inclui também Arsenal, Eintracht Frankfurt, e Standard de Liège, e Ivo Vieira defendeu que o clube minhoto, pela sua "grandeza", tem a "legitimidade de querer ser maior a cada dia", mesmo frente a alguns "ditos colossos do futebol".

"Sabemos que há um trabalho árduo para atingir esses patamares [mais elevados]. Para mim, para os atletas e para o futebol português, é gratificante ter jogos deste nível e temos de acreditar que podemos fazer algo em todos eles", afirmou, durante a conferência de imprensa de antevisão à visita ao FC Porto, da quarta jornada da I Liga, marcado para domingo, às 18:30.

O calendário provisório do Grupo F dita, porém, que a equipa vai realizar os três jogos em casa na quarta-feira, às 15:50, após um comunicado do Vitória a dar conta de um parecer enviado à UEFA pela Polícia de Segurança Pública.

Segundo a nota, as forças policiais "não conseguem garantir as condições de segurança de dois encontros de risco no mesmo dia" - o Sporting de Braga e o Vitória, clubes cujas sedes distam menos de 50 quilómetros, jogam em casa nas mesmas jornadas.

Ivo Vieira reconheceu que a definição provisória do calendário "não se adequa aos horários habituais das competições em si" e exprimiu o desejo de ver os jogos serem realizados em "horas adequadas aos adeptos".

No comunicado emitido na sexta-feira, o clube de Guimarães disse estar a tentar, "em estreita colaboração com as forças de segurança", encontrar uma "solução que permita a alteração do agendamento dos encontros no Estádio D. Afonso Henriques para o horário habitual da Liga Europa", as 20:00 de quinta-feira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.