Declarações de Pepe à Sport TV, depois da derrota por 3-1 frente ao Bayer Leverkusen e consequente eliminação da Liga Europa.

Explicações para a derrota: "Sofremos o primeiro golo e tornou-se muito difícil. Foi num momento em que estávamos bem. A equipa tentou sempre reagir a esse golo, a procurar a baliza adversária mas infelizmente não conseguimos marcar mais golos. Sabíamos que um ponto forte do Bayer era o contra-ataque, as transições. Mas fica o trabalho, a entrega dos companheiros, que foi bastante positiva".

Entrada de Pepe foi para reforçar a defesa? "O FC Porto não é uma equipa que jogue atrás, vai sempre em busca de atacar. Com a mudança, o treinador tentou projetar os laterais para tentar desequilibrar e pressionar. Verdade é que eles são fortes nas transições, sofremos se calhar um bocadinho, mas a equipa lutou bastante. Eles foram bastante eficazes".

Eliminação com duas derrotas: "Gostaríamos de ir o mais longe possível. Trabalhamos para isso diariamente, para estar nas grandes finais, nos grandes palcos. Temos de levantar a cabeça, pensar no campeonato. Temos uma deslocação complicada aos Açores. Temos de voltar a ser o que somos para conseguir um resultado positivo."

O FC Porto foi, esta quinta-feira, eliminado da Liga Europa de futebol, ao perder com o Bayer Leverkusen por 3-1, em jogo da segunda mão dos 16 avos de final da competição, disputado no Estádio do Dragão.

Depois da derrota por 2-1 na primeira mão, na Alemanha, os ‘dragões’ sofreram novo revés em casa, com Lucas Alario (aos 10 minutos), Demirbay (50) e Havertz (57) a marcarem os golos dos alemães. Marega, aos 65 minutos, anotou o único golo do FC Porto, que acabou o jogo reduzido a dez, por expulsão de Soares, com vermelho direto, aos 85.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.