Numa conferência de imprensa em que abordou a questão dos insultos racistas de que Moussa Marega foi vítima em Guimarães, o treinador do Bayer Leverkusen, Peter Bosz, fez a antevisão do encontro com o FC Porto, marcado para esta quinta-feira, a partir das 20h00, na Bay Arena, a contar para os 16 avos de final da Liga Europa.

Questionado sobre se a sua equipa seria favorita para esta primeira mão, preferiu não falar em favoritismos. "Não há favoritos mas, como sempre, queremos ganhar", frisou.

Bosz falou, depois do respeito que o conjunto alemão sente pelos 'dragões'. "Toda a equipa tem muito respeito pelo FC Porto, é uma equipa com tradição, e com grande qualidade física e técnica", destacou

O técnico holandês lembrou, contudo, que o Bayer tem as suas armas. "Temos uma equipa de grande qualidade, embora nem sempre consignamos mostrá-lo", referiu.

Por essa razão, Peter Bosz acredita que iremos assistir a um jogo com golos. "Será, certamente, um jogo como muitos golos, muito interessante para os espectadores no estádio", antecipou.

O treinador do Leverkusen falou ainda do facto de, frente a frente, irem estar duas equipas vindas da Liga dos Campeões. "Passar da Liga dos Campeões para a Liga Europa é difícil, porque gostaríamos de ter ido mais longe na 'Champions', mas isso agora não importa. Temos de nos focar na Liga Europa e tentar chegar ao mais longe possível", disse

A terminar, frisou que o Leverkusen pode mesmo erguer o troféu. "Com esta equipa podemos ganhar a Liga Europa", sublinhou.

Houve ainda tempo para brincar com o facto de Tapsoba, que recentemente trocou o Vitória de Guimarães pelo Bayer Leverkusen, ter dado várias dicas aos companheiros sobre os 'dragões'. "Graças a ele, agora sabemos tudo sobre o FC Porto", disse em jeito de brincadeira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.