Esta quinta-feira trouxe más notícias às equipas portuguesas que estavam em prova na Liga Europa. Portugal entrou nos 16 avos de final da prova como o país com mais representantes e passou agora a ser um dos poucos sem clubes nas provas da UEFA.

Sporting de Braga, FC Porto, Sporting e Benfica começaram a semana com tudo em aberto para os oitavos-de-final da Liga Europa, mas terminam com uma despedida amarga e a recordar uma ausência que não se via há mais de quatro décadas.

Os resultados

A página negra das equipas portuguesas nos 16 avos de final desta edição começou a ser escrita logo na quarta-feira, quando o Sporting de Braga perdeu por 1-0 na receção aos escoceses do Rangers.

O único golo da partida foi apontado por Ryan Kent, aos 61 minutos, já depois da equipa escocesa ter desperdiçado uma grande penalidade na primeira parte, com Hagi a permitir a defesa do guarda-redes Matheus.

Os 'arsenalistas', que precisavam de recuperar da derrota por 3-2 sofrida no jogo da primeira mão, não conseguiram inverter o rumo da eliminatória e foram assim a primeira equipa lusa a cair no acesso aos oitavos de final da competição.

Mas, nem a eliminação do Sporting de Braga fazia prever a 'razia' que se seguiria na quinta-feira.

Ao fim da tarde foi a vez do FC Porto ser eliminado ao perder com o Bayer Leverkusen por 3-1, em jogo disputado no Estádio do Dragão.

Depois da derrota por 2-1 na primeira mão, na Alemanha, os ‘dragões’ sofreram novo revés em casa, com Lucas Alario (aos 10 minutos), Demirbay (50) e Havertz (57) a marcarem os golos dos alemães.

Marega, aos 65 minutos, anotou o único golo do FC Porto, que acabou o jogo reduzido a dez, por expulsão de Soares, com vermelho direto, aos 85.

Meia hora depois do apito final no Estádio do Dragão, também o Sporting perdeu por 4-1, após prolongamento, frente aos turcos do Basaksehir.

A jogar em casa, a equipa turca adiantou-se no marcador aos 31 minutos, com um golo de Skrtel, e ampliou a vantagem por intermédio de Aleksic, aos 45. Na segunda parte o Sporting conseguiu reduzir, com um golo de Vietto, aos 68, mas Visca, aos 90+1, marcou e levou o jogo para prolongamento.

No prolongamento, o mesmo Visca, de grande penalidade, aos 119 minutos, marcou o golo que garantiu o apuramento da equipa turca, depois de o Sporting ter vencido o jogo da primeira, no estádio José Alvalade, por 3-1.

Ficavam assim depositadas todas as esperanças portuguesas no campeão nacional Benfica, que foi o último a entrar em campo. Mas, os encarnados empataram em casa com os ucranianos do Shakhtar Donetsk, por 3-3, e confirmaram o adeus português à Europa.

Depois da derrota na primeira mão (2-1), o Benfica adiantou-se no marcador com um golo de Pizzi, aos nove minutos, mas um autogolo de Rúben Dias (12) estabeleceu a igualdade, com o mesmo jogador a redimir-se e a colocar os ‘encarnados’ em vantagem ao intervalo.

Na segunda parte, Rafa aumentou a vantagem dos 'encarnados', aos 47, mas a equipa orientada por Luís Castro marcou dois golos, por Stepanenko (49) e Alan Patrick (71), garantindo o apuramento para os ‘oitavos’ da competição.

Ausência histórica com 40 anos

A época de 1978/79 tinha sido a última sem formações nacionais nos ‘oitavos’, numa temporada em que competiram as mesmas quatro equipas que estiveram nos 16 avos de final da segunda competição da UEFA em 2019/20.

Então, o FC Porto foi eliminado pelo AEK Atenas na primeira ronda da Taça dos Campeões Europeus (1-6 fora e 4-1 em casa) e o Sporting caiu na mesma fase da Taça dos vencedores de Taças perante o Banik Ostrava (dois desaires por 1-0).

LE: Portugal sem equipas nos 'oitavos' pela primeira vez desde 1978/79
LE: Portugal sem equipas nos 'oitavos' pela primeira vez desde 1978/79
Ver artigo

Na Taça UEFA, Benfica e Sporting de Braga passaram a primeira ronda, mas caíram na segunda, correspondente aos 16 avos de final, os ‘encarnados’ face ao Borussia Mönchengladbach (0-0 em casa e 0-2 fora, após prolongamento) e os ‘arsenalistas’ frente ao West Bromwich (0-2 em casa e 0-1 em Londres).

Depois dessa temporada, e até 2018/19, Portugal conseguiu colocar sempre pelo menos uma equipa no ‘top 16’, entre Taça e Liga dos Campeões, Liga Europa, Taça UEFA e Taça das Taças, com um recorde de quatro em 1993/94.

Nessa temporada, o FC Porto chegou às meias-finais da Liga dos Campeões e o Benfica à mesma fase da Taça das Taças, o Boavista atingiu os quartos de final da Taça UEFA e, na mesma competição, o Sporting caiu na terceira eliminatória.

Os piores registos, com apenas um representante luso nos últimos 16, datavam de 1980/81, 1984/85, 1988/89, 1997/98 a 2000/01, 2005/06 e 2014/15.

Um balanço pouco positivo

O Sporting foi o único a vencer um dos jogos destes 16 avos de final mas acabou também por cair com 'estrondo'. Sporting de Braga e FC Porto foram eliminados com duas derrotas cada, frente a Rangers e Bayer Leverkusen, respetivamente. O Benfica perdeu na Ucrânia e empatou em casa com o Shakhtar.

Ao todo, e juntando os jogos das pré-eliminatórias, das fases de grupos e desta segunda fase a eliminar nas provas da UEFA, os emblemas portugueses disputaram 50 encontros: venceram 25, empataram oito e perderam 17. Pelo meio, Portugal conseguiu recuperar o 6.º lugar do ranking da UEFA, o que quer dizer que em 2021/2022 terá duas equipas com acesso direto à fase de grupos da Liga dos Campeões e uma terceira nas pré-eliminatórias.

Assim foi a prestação das equipas lusas na UEFA esta época: 50 jogos, 25 vitórias e 6.º lugar no ranking
Assim foi a prestação das equipas lusas na UEFA esta época: 50 jogos, 25 vitórias e 6.º lugar no ranking
Ver artigo

Os números das equipas portuguesas na Europa em 2019/2020

Benfica: 14 golos marcados e 16 sofridos

Champions: seis jogos, duas vitórias um empate e três derrotas

Liga Europa: um empate e uma derrota

FC Porto: 13 marcados e 17 sofridos

Pré-eliminatória da Liga dos Campeões: uma vitória e uma derrota

Liga Europa: oito jogos, três vitórias, um empate e quatro derrotas

SC Braga: 27 golos marcados e 17 sofridos

Fase grupos Liga Europa: oito jogos, quatro vitórias, dois empates e duas derrotas

Pré-eliminatória Liga Europa: quatro jogos, quatro vitórias

Sporting: 15 golos marcados e 12 sofridos

Liga Europa: oito jogos, cinco vitórias e três derrotas

Vitória de Guimarães: 22 golos marcados, 10 sofridos

Liga Europa: seis jogos, uma vitória, dois empates e três derrotas

Pré-eliminatória Liga Europa: seis jogos, cinco vitórias e um empate

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.