Portugal aumentou a vantagem para a Rússia no sexto lugar do 'ranking' do coeficiente de clubes por país da UEFA, posição que, a ser mantida até ao final da presente época, voltará a permitir a presença de três clubes portugueses na Liga dos Campeões em 2021/22, com dois deles a terem acesso direto à fase de grupos e outro a entrar em cena na terceira pré-eliminatória).

O triunfo do Benfica sobre o Zenit permitiu somar mais 0,4 pontos à contabilidade lusa e ditou também o adeus da turma de São Petersburgo à Europa esta temporada, pelo que será menos uma equipa russa a contabilizar pontos para aquele país após o virar do ano.

Os outros dois representantes russos na presente edição da Liga dos Campeões, CSKA e Lokomotiv, só entram em campo esta quarta-feira, mas também já estão condenados ao quarto lugar dos respetivos grupos e ao consequente fim da campanha europeia em 2019/20.

Na Liga Europa, onde Portugal vai contar nos 16 avos-de-final com, pelo menos, Benfica, Braga e Sporting, podendo ainda juntar-se o Porto, o Krasnodar é a única equipa que ainda pode chegar a essa fase, precisando para tal de, quinta-feira, bater o Getafe em Espanha. Se não o conseguir, o sexto lugar de Portugal - que neste momento contabiliza mais 2,433 pontos que a Rússia - ficará desde já garantido até ao final da atual temporada.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.