O Sporting apurou-se esta quinta-feira para os oitavos de final da Liga Europa ao empatar com o Astana a 3-3. Os 'leões' vinham de uma vitória no Cazaquistão por 3-1, e em Alvalade confirmaram o apuramento com empate a 3-3. Bas Dost abriu o marcador com um golo madrugador aos 3' minutos e Marin Tomasov ainda empatou antes do intervalo. Dois golos de Bruno Fernandes na segunda parte pareciam garantir o triunfo, mas dois golos do Astana na etapa complementar fixaram o resultado final em 3-3.

No regresso ao Estádio de Alvalade após a vitória arrancada a 'ferros' em Tondela por 2-1 para o campeonato nacional, Jorge Jesus aproveitou para fazer descansar alguns dos habituais titulares no jogo da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa. O técnico leonino manteve apenas cinco titulares da equipa que venceu em Astana e apostou na na inclusão de Ristovksi, Battaglia, João Palhinha, Rúben Ribeiro e Bas Dost. Já o Astana apresentou-se em Alvalade com apenas uma novidade no onze com a entrada do central Evgeni Postnikov para o lugar de Igor Logvinenko.

Na antevisão do jogo da segunda mão dos 16 avos de final, o técnico Stanimir Stoilov tinha prometido discutir a eliminatória em Lisboa e o Astana entrou com muito perigo em Alvalade com uma bola no ferro logo no primeiro minuto por intermédio de Twumasi. O 'susto' na baliza de Rui Vitória acordou os jogadores do Sporting e na sequência de um cruzamento de Bryan Ruiz do lado esquerdo Bas Dost inaugurou o marcador aos 3' minutos. O avançado holandês surgiu à vontade na grande área do Astana e sem dificuldades bateu Nenad Eric para o 1-0.

Bas Dost celebra um golo com Bryan Ruiz diante do Astana
Bas Dost celebra um golo com Bryan Ruiz diante do Astana créditos: José Sena Goulão

Mesmo a perder por 1-0, o Astana não se intimidou e foi à procura do empate. A defesa do Sporting apresentava-se lenta e a formação cazaque aproveitou para criar perigo. Aos 14' minutos, na sequência de um pontapé de canto, Postnikov surge a desviar ao primeiro poste, mas o esférico acabou por não entrar na baliza.

Num jogo bem disputado, o Sporting aproveitou as limitações técnicas do adversário para assumir o controlo da partida e aos 36' minutos Bas Dost esteve perto do 2-0, mas o cabeceamento do holandês saiu a rasar o poste. Não marcou o Sporting marcou o Astana aos 37' minutos. Despotovic surgiu sozinho na cara de Rui Patrício, mas atirou com estrondo ao ferro, e na sequência dessa jogada, Tomasov empatou num lance confuso com alguma polémica uma vez que Rui Patrício foi impedido de acompanhar o lance por um adversário.

No segundo tempo, Jorge Jesus lançou Acuña e tirou Rúben Ribeiro na única substituição dos 'leões' no arranque da etapa complementar. O Astana parecia acreditar que podia dar a volta à eliminatória, mas um grande golo de Bruno Fernandes aos 53' minutos colocou o Sporting novamente na frente do marcador. Num livre direto, o número 8 dos 'leões' colocou a bola no ângulo e marcou um golo monumental para a segunda explosão de alegria em Alvalade.

Aos 60' minutos, Jorge Jesus voltou a mexer na equipa ao lançar William Carvalho para o lugar de Bryan Ruiz e três minutos depois o Sporting acabou por dilatar a vantagem na sequência de uma grande jogada entre Bruno Fernandes e Bas Dost. O médio leonino fez um passe em profundidade para o holandês e o goleador dos 'leões' serviu de primeira para Bruno Fernandes, que surgiu isolado e com toda a tranquilidade atirou para o fundo da baliza para o 3-1.

Bruno Fernandes celebra um golo pelo Sporting diante do Astana
Bruno Fernandes celebra um golo pelo Sporting diante do Astana. créditos: EPA/Manuel de Almeida

A perder por 3-1, o Astana sentiu que a eliminatória estava perdida, mas nem por isso deixou de procurar o golo. A formação cazaque reduziu aos 80' minutos por intermédio de Twumasi, que com um grande remate bateu Rui Patrício, e mesmo ao cair do pano Shomko conseguiu mesmo o empate para o Astana a atirar de fora da área.

Apesar deste resultado, o Sporting regressa assim aos oitavos de final da Liga Europa pela primeira vez desde 2011/12, quando chegou às meias-finais, depois de nas três últimas presenças ter caído por duas vezes nos 16 avos de final e uma na fase de grupos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.