O Vitória de Guimarães confirmou a presença nos play-offs da Liga Europa ao golear o Ventspils da Letónia por 6-0, em jogo da segunda-mão realizado no D. Afonso Henriques. Este 6-0 é a maior goleada da história do Vitória de Guimarães nas competições europeias.

Depois de 3-0 fora de casa, só uma hecatombe poderia impedir o apuramento dos minhotos, tal é a diferença de qualidade.

Diferença essa que começou a ser confirmada aos 28 minutos, quando Davidson abriu o marcador, na recarga a um remate que o guarda-redes Kudrjavcevcs tinha defendido. Aliás só a boa intervenção do letão impediu que a goleada tivesse outros contornos.

Este golo surgiu pouco tempo depois de os minhotos perderem o avançado Joseph Amoah, por lesão (entrou André Almeida no seu lugar).

Se no primeiro tempo Kudrjavcevcs foi aguentado o Ventspils, no segundo o Vitória de Guimarães disparou para a goleada.

Rochinha fez o 2-0 aos 48, a passe de Davidson. Rochinha bisou, dez minutos depois, outra vez a passe de Davidson. A dupla brasileira ia dando cabo da defensiva da formação da Letónia.

Aos 79 minutos, João Carlos Teixeira, que tinha entrado aos 75 no lugar de Davidson, fez o 4-0, num remate de longe, com culpas para o guarda-redes. João Pedro, que também entrou no segundo tempo, fez o 5-0, a passe de Rochinha, Pêpê fechou as contas aos 86 minutos.

No conjunto das duas-mãos, o Vitória de Guimarães venceu por 9-0, depois do 3-0 trazido da Letónia.

Na próxima ronda, a última antes da fase de grupos, a equipa de Ivo Vieira vai defrontar os romenos do FCSB ou os checos do Mladá Boleslav, que empataram 0-0 no primeiro jogo.

Este 6-0 é a maior goleada da história do Vitória de Guimarães nas competições europeias. O anterior registo também foi estabelecido esta temporada, quando a equipa de Ivo Vieira venceu o Jeunesse Esch do Luxemburgo por 4-0, igualando assim o anterior recorde (4-0 aos checos do Rijeka, a 19 de setembro de 2013, também em casa).

*Artigo atualizado

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.