O médio francês Adrien Rabiot, em conflito com o Paris Saint-Germain após o fracasso das negociações sobre a renovação do seu contrato, voltou a treinar nesta quarta-feira com a equipa principal, depois de uma passagem pela equipa de reservas, o que não agradou o jogador.

A informação foi dada à AFP por uma fonte próxima ao clube, confirmando informações do jornal 'Le Parisien'.

O jovem, de 23 anos, foi relegado para as reservas, que joga no National 2 (a 4ª divisão francesa) após a viagem no Catar (de 13 a 17 de janeiro), na qual não participou por "razões familiares", de acordo com o PSG.

É "uma decisão do clube", disse na ocasião o treinador Thomas Tuchel para justificar a sua saída da convocatória.

O PSG recebeu a 22 de janeiro um aviso do Comité Jurídico da Liga, que pediu a reintegração imediata do jogador em virtude da legislação que proíbe a ida de um jogador de uma equipa profissional para a equipa de reservas.

O clube parisiense afastou Rabiot em meados de dezembro após o fracasso das negociações para a renovação do seu contrato, que expira em junho, e devido à possível transferência do médio para o Barcelona sem que o PSG receba uma compensação financeira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.