A ministra francesa dos Desportos, Chantal Jouanno, indicou hoje que os jogadores Nicolas Anelka e Thierry Henry estão prestes a abdicar de receber o prémio de participação no Mundial2010, atribuído pela Federação Francesa de Futebol (FFF).

“Está resolvido, eles estão em vias de o fazer”, disse Jouanno aos jornalistas quando lhe perguntaram à saída do conselho de ministros se havia progressos no dossier FFF/prémios dos jogadores.

O internacional francês Nicolas Anelka, ao serviço dos ingleses do Chelsea, afastou terça-feira qualquer hipótese de renunciar ao prémio da Federação Francesa de Futebol (FFF) pela presença no mundial de futebol na África do Sul.

Anelka e Thierry Henry, actualmente a jogar dos Estados Unidos, eram os únicos jogadores da selecção francesa que tinham recusado a assinar a carta de renúncia aos prémios, enviada pela FFF, na sequência da campanha desastrosa da equipa gaulesa no Mundial 2010 [afastada na primeira fase com duas derrotas e um empate].

A decisão de Nikolas Anelka surgiu na sequência da revelação, pela imprensa, de que os dois jogadores foram os únicos a não assinar a carta da FFF. O avançado do Chelsea classificou a acção da federação como uma provocação por ter passado aquela informação e disse que vai cobrar o prémio e aplicá-lo no futebol de formação e em obras de caridade.

O jogador admitiu que houve um momento em que admitiu renunciar ao prémio, mas “depois de nova provocação da FFF”, mudou de opinião.

“Para assegurar uma melhor aplicação do dinheiro decidi entregá-lo eu mesmo ao futebol associativo e a uma obra social”, acrescentou, concluindo: O futebol de formação “merece um melhor tratamento do que aquele que lhe é dado por quem o dirige".

Nicolas Anelka foi excluído em pleno Mundial depois de ter ofendido o treinador Raymond Domenech, merecendo a solidariedade dos restantes 22 companheiros, que chegaram a fazer greve a um treino.

A crise na selecção francesa culminou com a demissão do presidente da FFF, Jean-Pierre Escalettes, e do técnico Domenech.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.