Cesc Fàbregas, médio do Mónaco, decidiu abdicar de quatro meses de salário no Mónaco. O jogador espanhol vai usar esse dinheiro para pagar os 30% de ordenado dos funcionários do clube que iriam ser cortados de forma a minimizar os danos financeiros causados pela pandemia da COVID-19.

Fàbregas recebe cerca de meio milhão de euros por mês, pelo que estará a abdicar de quase dois milhões de euros para ajudar os funcionários do Mónaco.

A decisão do clube de cortar 30% dos salários aplica-se também a todos os jogadores e dirigentes.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.