Preocupado com o interesse do Manchester City em Kylian Mbappé, o Paris Saint-Germain está a ponderar vender Neymar para reequilibraras  suas contas e, assim, impedir que o francês se transfira para Inglaterra.

Segundo o jornal El País, os motivos que estão por trás desta decisão dos dirigentes parisienses serão de ordem puramente financeira. O primeiro dos quais tem a ver com a necessidade que o clube tem de vender um dos seus principais ativos, para evitar ser punido pela UEFA por incumprimento do fair-play financeiro.

Ora, os campeões franceses querem aproveitar o dinheiro da venda do brasileiro – 180 milhões de euros será o patamar mínimo para abrir o diálogo – para avançar para a renovação multimilionária de Kylian Mbappé, jogador que, de acordo com o jornal espanhol, tem o sonho de ser treinado por Pep Guardiola.

Quando foi contratado ao Monaco, há dois anos, o jovem avançado esteve perto de se mudar para o Manchester City, mas acabou por rumar ao emblema de Paris a troco de 180 milhões de euros, assinado um contrato válido até 2022, no qual consta um ordenado na ordem dos 12 milhões de euros líquidos por temporada.

No entanto, o desejo de ser comandado por ainda se manteve Guardiola, e segundo a publicação, os dois conversam até hoje de maneira recorrente por telefone.

Para manter Mbappé, o PSG estaria disposto a oferecer-lhe um volumoso reajuste salarial. Com o objetivo de estender o vínculo até 2025, o clube de Paris pode oferecer a Mbappé um ordenado de 50 milhões de euros líquidos, que fariam dele o jogador mais bem pago do mundo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.