No lançamento do jogo com o Angers, Christophe Galtier, treinador do Lille, revelou que proibiu os jogadores de utilizarem o telemóvel uma hora antes do apito inicial.

"Vivemos numa sociedade com um vício terrível aos ecrãs, às redes sociais e às aplicações móveis. É a heroína da década de 2020. Estou convencido, porque li e falei muito sobre isso, que há um vício aos ecrãs e isso pode deixar os jogadores cansados e gerar problemas de concentração", começou por dizer o técnico.

"Recentemente tomei a decisão, depois de falar com os jogadores, de proibir o uso desse tipo de aparelhos uma hora antes do apito inicial. Ou seja, 25 minutos antes de subirem para o aquecimento. Estou convencido de que isso será um desenvolvimento importante nos próximos tempos. Assim que entrem no balneário, os jogadores estarão numa zona livre de ecrãs", vincou.

Recorde-se que no Lille jogam os portugueses José Fonte, Renato Sanches, Xeka e Tiago Djaló.

No ano passado, Bruno Henrique, jogador do Flamengo, contou que Jorge Jesus proibiu a utilização de telemóveis durante as refeições. E aplaudiu a ideia. "Assim os jogadores conversam mais, comunicam mais. Não vejo problema algum", disse o avançado aos microfones da Fox Sports.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.