O histórico Desportivo de Maputo assegurou hoje a manutenção no principal campeonato moçambicano de futebol, ao vencer na capital o Ferroviário de Nampula por 1-0, em jogo a contar para a 27.ª jornada do Moçambola.

Com a vitória de hoje, a equipa ‘alvinegra’ saltou da nona para a sexta posição, passando a somar 36 pontos.

O tento solitário do Desportivo de Maputo surgiu aos 37 minutos, num desvio de cabeça de Sadique, após um livre marcado por Gervásio.

Ao perder, hoje, o Ferroviário de Nampula caiu um lugar, passando da 12.ª para a 13.ª posição, agravando o risco de despromoção.

O treinador do Desportivo de Maputo, Dário Monteiro, que jogou vários anos em Portugal, na Académica, destacou o facto de a sua equipa ter capitalizado uma bola parada para marcar o golo da vitória, lembrando o desgaste dos jogadores nas últimas jornadas do campeonato, a duas jornadas do fim da prova.

"Dissemos aos jogadores que as bolas paradas e jogadas combinadas seriam decisivas neste jogo, uma vez que já se sente cansaço”, referiu o antigo avançado.

Por seu turno, o treinador do Ferroviário de Nampula, Akil Marcelino, considerou justa a vitória da equipa adversária, porque aproveitou uma das várias oportunidades que teve durante a partida.

"Numa bola parada, consentimos um golo e não tivemos eficácia para aproveitar as poucas chances que tivemos, perdemos perante uma equipa competitiva", afirmou Marcelino.

O Maxaquene, outro clube emblemático do futebol moçambicano, continua numa situação complicada na classificando, encontrando-se abaixo da linha de água, na antepenúltima posição, em 14.º, com 29 pontos.

A equipa ‘tricolor’ empatou hoje 1-1 no terreno do Incomáti, que ocupa a 12.ª posição, com 33 pontos.

Mas o jogo mais importante da jornada foi adiado e iria colocar frente a frente o primeiro classificado, Costa do Sol, que soma 57 pontos, e o Songo, que tem 51 e menos três jogos.

O jogo entre o primeiro e o segundo classificados terá de se realizar em nova data porque o Songo, campeão em título, joga hoje na África do Sul, frente ao Bidvest, a segunda mão da eliminatória de qualificação para a fase de grupos da Taça CAF, segunda maior prova continental de clubes.

O campeão moçambicano empatou 1-1 na partida da primeira mão, em Maputo.

Praticamente despromovido está o Têxtil do Púnguè, que ocupa a última posição com 20 pontos e menos um jogo e o Baía, que está no penúltimo lugar, com 25 pontos.

O Baía foi hoje goleado em casa do Ferroviário da Beira por 4-1.

Resultados da 27ª jornada

- domingo, 03 nov

Incomáti- Maxaquene, 1-1

ENH- Chibuto, 1-0

Desportivo de Maputo - Ferroviário de Nampula, 1-0

Ferroviário de Nacala - Liga Desportiva, 0-1

Ferroviário da Beira - Baía, 4-1

Ferroviário de Maputo - Têxtil do Púnguè *

Textáfrica - Desportivo de Nacala *

Costa do Sol - Songo *

* adiados

Classificação

1. Costa do Sol, 57 *

2. Songo, 51 ***

3. Ferroviário da Beira, 42

4. Ferroviário de Maputo, 39 **

5. Liga Desportiva, 37

6. Desportivo de Maputo, 36

7. Textáfrica, 36 *

8. ENH, 36

9. Ferroviário de Nacala, 35

10. Chibuto, 34

11. Desportivo de Nacala, 33 *

12. Incomáti, 33 *

13. Ferroviário de Nampula, 32

14. Maxaquene, 29

15. Baía, 25

16. Têxtil do Púnguè, 20 *

* menos um jogo

** menos dois jogos

*** menos três jogos

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.