Didier Deschamps era, naturalmente, um homem feliz. O selecionador guiou a França a vitória no Mundial 2018, conquistando um troféu que já tinha ganho o como jogador.

As melhores imagens do França - Croácia

"Isto é tão lindo, tão maravilhoso. Estou muito feliz com este grupo, porque viemos de muito longe. Isto nem sempre foi simples, mas há força de trabalho, de ouvir", afirmou à televisão francesa TF1 o treinador que também foi campeão mundial como jogador em 1998.

"Agora (os jogadores) estarão no topo do mundo durante quatro anos", garantiu com alegria Deschamps, minutos depois de garantir a segunda estrela da França no mundial.

A França sagrou-se campeã mundial de futebol pela segunda vez na sua história, 20 anos depois, ao vencer a Croácia por 4-2, na final da 21.ª edição da prova, disputada no Estádio Luzhniki, em Moscovo.

Mario Mandzukic (18 minutos), na própria baliza, Antoine Griezmann (38), de grande penalidade, Paul Pogba (59) e Kylian Mbappé (65) apontaram os tentos dos franceses, enquanto Ivan Perisic (28) e Mandzukic (69) faturaram para os croatas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.