Na despedida do Mundial2018, a Arábia Saudita venceu o Egito por 2-1 na última jornada do grupo A, esta segunda-feira em Volgogrado, e encerrou a 'seca' de 24 anos sem vitórias em mundiais.

Aos 50 minutos da segunda etapa, Salem conseguiu virar o resultado e garantir o triunfo no último lance do jogo. Antes, Mohamed Salah abriu o ativo para os egípcios (22) e Al-Faraj empatou na cobrança de penálti polêmico (45+6).

A última vitória saudita tinha sido no Mundial dos Estados Unidos em 1994, contra Marrocos, também por 2-1. Já o Egito termina o Mundial sem somar qualquer ponto.

O dia do 'avozinho' El Hadary'

O principal atrativo da partida foi o recorde do guarda-redes egípcio Essam El Hadary, que se tornou no jogador mais velho a disputar uma partida de um Mundial de futebol, aos 45 anos. O guardião chegou a defender um penálti, marcado por Al-Muwallad, mas não evitou o golo na segunda penalidade cobrada por Al-Faraj.

O antigo detentor da marca era o colombiano Faryd Mondragón, também guarda-redes, que jogou uma partida no Mundial 2014 no Brasil, aos 43 anos.

Penálti para a história

Com o início do jogo, as duas equipas mostraram-se dispostos a aproveitarem a hipótese de se despedirem com uma vitória.

Aos 22 minutos, Salah recebeu um lançamento longo de Fathi, dominou com a ponta da bota à entrada da área e fez um chapéu ao guarda-redes, fazendo belo golo para abrir o ativo.

O Egito contava com um craque no ataque e um recordista na baliza.

Após um penálti marcado por mão na bola de Fathi, El Hadary voou para o lado direito e defendeu o remate de Al-Muwallad com a mão trocada, aos 41 minutos. A bola ainda tocou na barra para coroar o recorde de jogador mais velho a disputar um Mundial.

Os números do Arábia Saudita - Egito

Mas a Arábia Saudita teve outra hipótese de marcar após nova penalidade assinalada por Wilmar Roldán em lance polémico. O VAR chamou a atenção do árbitro mas o colombiano manteve a sua decisão inicial. Desta vez, El Hadary não conseguiu parar o remate de de Al-Faraj, que igualou o encontro antes do fim do primeiro tempo.

Na segunda etapa, os sauditas dominaram a partida, mas pararam na boa atuação do homem da noite. El Hadary fez defesas importantes, aos 23 e 25 minutos.

No suspiro final do jogo, no entanto, Al-Dawsari aproveitou uma sobra na área após jogada pelo lado direito e rematou cruzado para garantir a vitória, aos 50 minutos.

A estatística final do Arábia Saudita – Egito, em que os sauditas venceram e terminaram em 3.º. Confira toda a análise e

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.