A seleção portuguesa de futebol foi hoje eliminada nos oitavos de final do Mundial2018, ao perder com o Uruguai por 2-1, em jogo disputado no Estádio Ficht, em Sochi, na Rússia.

Portugal foi para o intervalo a perder por 1-0, graças a um golo de Edinson Cavani, aos sete minutos, mas Pepe ainda igualou para a equipa das 'quinas', aos 55 minutos. Pouco depois, aos 62, Cavani bisou na partida, com um golo que acabaria por dar o triunfo aos sul-americanos.

No final do jogo, o internacional uruguaio do FC Porto mostrou-se naturalmente satisfeito pelo triunfo do Uruguai sobre Portugal no Mundial 2018 por 2-1 e não deixou de falar sobre o seu futuro no clube português.

"Estou muito feliz por o Uruguai ter passado e agora vamos pensar no que vem. Falei com o Ricardo no fim do jogo e até trocámos a camisola. Passei um ano com ele e guardo excelentes recordações de tudo o que vivemos no FC Porto", começou por dizer Maxi Pereira na zona mista do Estádio de Sochi.

"Como vai ser o meu futuro? Estou a pensar voltar ao FC Porto e esperar para ver o que vai acontecer. Sempre disse que queria ficar no FC Porto um ano mais e o dinheiro não vai ser problema, já falei com o treinador Sérgio Conceição e já lhe disse isso. Espero ficar mais um ano, mas ainda não há nada confirmado", acrescentou o lateral direito uruguaio.

"O que falta para a minha renovação ficar confirmada? Não sei. Agora vou deixar que acabe o Mundial e depois vou para o Porto. Da minha parte, como já disse, a parte financeira não vai ser um problema", frisou Maxi Pereira.

"O FC Porto já contratou um jogador para a minha posição? Não, já contratou dois. Dois laterais. Isso surpreendeu-me um pouco, mas essa pergunta tem de ser feita às pessoas que os contrataram. A minha intenção sempre foi ficar mais um ano no FC Porto e isso é o que quero. Não sei qual é a ideia dos dirigentes, mas essa é a minha ideia", acrescentou Maxi Pereira.

"Se estou totalmente adaptado ao Porto? Sem dúvida. O que precisava era de um título de campeão. O que fizemos neste ano foi muito importante, foi decisivo para tirar um peso de cima das costas e agora gostava de ficar. Sinto que com esta equipa técnica e este plantel se formou um excelente grupo e podemos ganhar novamente o campeonato", sentenciou.

Nos quartos de final, o Uruguai vai defrontar na sexta-feira a França, que hoje eliminou a vice-campeã mundial Argentina (4-3).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.