Uma segunda parte de grande eficácia garantiu a Rússia os três pontos frente ao Egito, na segunda jornada do Grupo A do Mundial2018. A seleção da casa venceu por 3-1, com golos de Ahmed Fathi (autogolo) Denis Cherysheve Artem Dzyuba. Salah descontou para os 'faraós' que podem dizer adeus a prova esta quarta-feira. Os russos somam seis pontos e podem qualificar-se já na quarta-feira, se o Uruguai, que soma três, não perder com os sauditas,

A vitória na jornada inaugural frente a Arábia Saudita dava uma mora extra a Rússia. A jogar em casa, a formação comandada por Stanislav Cherchesov tomou conta do jogo a partir dos 15 minutos mas os golos só apareceram no segundo tempo.

O Rússia-Egito em números: Dzyuba marcou mais um e foi o MVP, num jogo dividido
O Rússia-Egito em números: Dzyuba marcou mais um e foi o MVP, num jogo dividido
Ver artigo

Depois do 0-0 do primeiro tempo, os russos adiantaram no marcador logo aos dois minutos da segunda parte, num lance de grande infelicidade do capitão Ahmed Fathi. Um centro de Golovin foi bater na canela do central egípcio e entrar na baliza de Al Shenawi.

Três minutos depois, novo golo russo, agora por Sheryshev, jogador que atua no Villarreal. O extremo formado no Real Madrid apareceu solto na área a desviar um centro de Mário Fernandes.

O 3-0 é obra de Artem Dzyuba e foi marcado aos 62 minutos. O avançado recebeu a bola no peito, tirou Ali Gabr do caminho e rematou colocado.

Dez minutos depois o Egito reduziu por Mohamed Salah, na transformação de uma grande penalidade cometida sobre ele mesmo.

A formação de Héctot Cúper esteve melhor no segundo tempo, criou algumas situações de golo mas só marcou de bola parada.

Com um Mohamed Salah a apenas 50 por cento (ainda com queixas no ombro, depois da lesão sofrida na final da Liga dos Campeões), os 'faraós' ficam a depender de um milagre para seguirem em frente: precisam que a Arábia Saudita vença o Uruguai, pela margem mínima, se possível, e depois golear os sauditas na derradeira jornada e esperar que a Rússia faça o mesmo frente aos uruguaios. Mas um empate entre Uruguai e Arábia Saudita esta quarta-feira, ou vitória dos sul-americanos, elimina de vez africanos e sauditas.

Já os russos somam seis pontos e podem qualificar-se já na quarta-feira, se o Uruguai, que soma três, não perder com os sauditas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.