De 1 de junho de 2019 a 25 de junho de 2020 vão 392 dias, um período que apesar de longo, não será esquecido pelos jogadores, equipa técnica e adeptos do Liverpool.

A equipa só ontem levantou o tão ambicionado título da Premier League, depois de vencer o Chelsea por 5-3, um título que já tinha ficado confirmado no passado dia 25 de junho, graças à derrota do Manchester City frente ao Chelsea.

Esse foi o dia da confirmação de uma série de quatro troféus, o primeiro doméstico, que os 'reds' arrecadaram entre junho de 2019 e junho de 2020.

O primeiro foi um dos grandes, mais precisamente a 'orelhuda' Taça de Campeão Europeu, depois de bater em Madrid o Tottenham por 2-0. Foi o primeiro título europeu do Liverpool em 14 anos, depois do Milagre de Istambul e o primeiro da carreira de Jurgen Klopp.

75 dias depois, mais uma taça para a coleção, desta vez a Supertaça Europeia, conquistada depois de bater o Chelsea no desempate por grandes penalidades na Turquia.

Entre agosto e dezembro, o Liverpool começava a construir o caminho para a conquista do troféu que lhe fugia há 30 anos. Os 'reds' saíram da última jornada de 2019 com uma vantagem de 16 pontos sobre o Manchester City, que ocupava o 2.º lugar.

Mas ainda antes de 2019 terminar, foi tempo de mais um troféu, desta vez uma estreia por parte da equipa de Klopp. Depois de bater o Monterrey na meia-final, o Liverpool encontrou o Flamengo, que na altura era comandado por Jorge Jesus, na final do Mundial de Clubes, no Qatar. O golo de Firmino, já no prolongamento, valeu aos 'reds' o terceiro troféu em seis meses.

Chegados a junho de 2020, o Liverpool viu confirmada a conquista - que já era dada como certa há alguns meses - do título de campeão inglês, com uma festa que prometia ser de arromba, não fosse a pandemia de COVID-19.

As imagens da festa de consagração do Liverpool
As imagens da festa de consagração do Liverpool
Ver artigo

Ontem, o momento que era esperado por muitos finalmente realizou-se, com Jordan Herderson a levantar o troféu da Premier League numa Kop vazia de público, mas cheia de simbolismo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.