Durante o encontro da Premier League, entre o Manchester United e o Manchester City, Bruno Fernandes fez um gesto com os dedos a mandar calar Pep Guardiola, treinador dos 'citizens', após uma troca de palavras.

“Falei com alguns amigos e há pessoas que pensam: 'Pep ganhou tudo, quem é o Bruno para fazer isso?' Eu acho que tem a ver com respeito", começou por dizer o médio português, em declarações à Sky Sports.

Fernandes diz-se arrependido desta atitude, mas disse que foi motivado por algo que Pep Guardiola lhe disse.

“Agora, de fora, penso que não faria isto novamente no campo. Mas naquele momento as palavras dele chatearam-me e no campo eu costumo ser um pouco nervoso: sou esse tipo de jogador”, esclareceu, confessando ser um admirador de Guardiola.

“Respeito-o por quem é, pelo que ganhou e pelo que fez no futebol, porque mudou algumas mentalidades. Mas naquele momento ele não merecia o meu respeito”

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.