A notícia que dá conta que José Mourinho foi, terça-feira, visto num parque de Londres a orientar um treino com mais quatro jogadores do Tottenham, desrespeitando desta forma o distanciamento social e isolamento recomendados perante a pandemia COVID-19 continua a dar que falar em Ingalterra.

A imprensa inglesa desta quarta-feira não poupa críticas ao sucedido.

"É a irresponsabilidade de Mourinho no seu melhor", pode ler-se no site da 'NBC Sports', que acrescenta que o técnico português deveria ter noção de que o treino acabaria por se tornar do conhecimento público. "Mesmo que pudéssemos ignorar as regras impostas pelo governo durante uma pandemia – algo que não é certamente uma boa ideia – ele deveria ter em mente que é um dos rostos mais conhecidos num país que é louco por futebol", acrescenta aquela publicação.

O 'Daily Mail' é ainda mais duro, apelidando de "especialmente estúpido" o sucedido. "O treinador do Tottenham, José Mourinho, enfrenta advertência policial após organizar uma sessão de treinos com jogadores num parque em Londres", pode acrescenta aquela publicação.

Quanto ao 'The Times', escreve que o clube próprio clube londrino enviou a José Mourinho e aos jogadores presentes naquela sessão de treinos uma mensagem a dar conta do seu descontentamento por toda a situação e pelo desrespeito em relação às recomendações derivadas da pandemia COVID-19.

Já o site da Eurosport prefere usar a ironia e escreve que o 'velho' Mourinho voltou. "Chega do senhor Bonzinho. O gentil cavalheiro que ajudou a empacotar mercadorias para idosos em Enfield voltou ao que era. As táticas polémicas de José Mourinho voltaram".

Entretanto, um porta-voz do Tottenham já lamentou o sucedido: "Relembrámos a todos os nossos jogadores a importância do distanciamento social quando saem à rua e vamos reforçar essa mensagem."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.